Bem-vindo, !|Sair

Azul cria hub em Recife e anuncia rede de 32 voos diários para 24 cidades


 

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras decidiu criar um hub (centro de distribuição de tráfego) no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, no Estado de Pernambuco. A decisão apanhou de surpresa os concorrentes, nomeadamente o Grupo LATAM Airlines, em que se integra a companhia brasileira TAM Linhas Aéreas, que desde há vários meses, anunciou a intenção de implementar um hub internacional num dos aeroportos do Nordeste Brasileiro.

Embora com menor intensidade de tráfego que o pretendido pela LATAM, o hub da Azul potenciará toda a sua rede de voos regionais e domésticos nos estados nordestinos em direção a um aeroporto, onde o novo relacionamento da companhia de David Neeleman com a sua parceira internacional TAP Portugal, pode ser a grande mais-valia, pois facilitará as deslocações (saídas e entradas) de passageiros para e da Europa, com horários ajustados. Há aqui duas valências muito importantes nesta decisão, que não podem ser desprezadas: o tráfego de negócios e o turismo.

Para já existe a notícia oficial de que o hub da Azul em Recife está criado e que vai começar a funcionar já no próximo mês de Fevereiro. Quanto ao hub da LATAM pouco se sabe de concreto. Apenas a imprensa tem dado conta da luta entre governadores dos Estados de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte e as autoridades federais em Brasília, todos procurando levar para as suas capitais o novo hub que criará emprego e receita nesses locais. A LATAM Airlines continua a manter esperança de decidir o projeto e o Estado da sua implantação neste ano, depois de ter adiado a decisão, que estava para ser tomada antes de terminar o ano de 2015. As condições económico-financeiras do Brasil e de alguns países da América Latina, onde se move o grupo de companhias aéreas a que pertence a TAM, e onde captam o seu tráfego, não têm permitido grandes avanços.

Um comunicado da Azul distribuído no mesmo dia em que o presidente executivo da empresa, Antonoaldo Neves, deu uma entrevista ao maior jornal de Pernambuco, em que falava do projeto, anuncia que a companhia estreará voos regulares para 12 novas cidades a partir do Recife, com início em fevereiro. As cidades de Brasília, Belém, João Pessoa, Petrolina e Juazeiro do Norte passarão a ter ligações diárias e sem escalas com destino à capital pernambucana, além de Campina Grande, que terá operações retomadas. Ainda, São Paulo/Congonhas, Curitiba, Goiânia, Ilhéus, Porto Seguro e Presidente Prudente terão frequências aos sábados.

Na entrevista ao jornal pernambucano, Antonoaldo Neves defendeu a redução da alíquota do querosene da aviação (imposto cobrado na fatura do abastecimento de combustíveis para aeronaves) de 25% para 12%, o que, em sua opinião, acarretaria uma redução de preços, já que essa taxação incide sobre os custos operacionais. Lembrou ainda que no final do ano a Azul irá receber alguns aviões A320 que, certamente, irão ficar baseados no novo centro de conexões do Recife.

Azul E190_duo_flying 900px

AZUL terá 32 voos diários de Recife para 24 cidades brasileiras

Com as mudanças, a AZUL amplia o foco em Recife, operando 32 ligações diárias para 24 cidades – a oferta atual é de 24 voos por dia para 12 bases, o que representa que a companhia dobrará o número de destinos servidos.

As novidades permitirão à Azul ser a única companhia a conectar todas as capitais nordestinas. Além disso, a companhia oferecerá conexões rápidas para cidades do interior através de Recife.

“Estamos reestruturando a malha no Recife como parte de nosso planejamento estratégico de modo a oferecer conexões rápidas principalmente entre destinos no Nordeste. As novidades permitirão que ampliemos ainda mais as operações, com condições futuras para novas bases nas regiões Norte e Nordeste. O foco da Azul no Recife vai alimentar, sobretudo, o turismo, mas também aproximará negócios”, destaca Marcelo Bento, diretor de Planeamento e Alianças da Azul.

“A decisão da Azul Linhas Aéreas em escolher o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre para a implantação de sua nova malha aeroviária irá permitir um incremento substancial na ligação do Nordeste brasileiro com diversos pontos no país. O Aeroporto do Recife está inteiramente preparado para atender à demanda de passageiros advinda desses novos voos da Azul, que, além de confirmar a vocação regional daquela companhia aérea, permitirá um diversidade maior de opção aos brasileiros, contribuindo significativamente para o crescimento da aviação civil no Brasil”, enfatiza Gustavo do Vale, presidente da Infraero.

 

Novo hub estreia a 22 de fevereiro com voo para João Pessoa

A primeira cidade a receber os novos voos do Recife será João Pessoa, capital do Estado do Paraíba, em 22 de fevereiro. A seguir, em 15 de março, passam a ter voos a partir da capital pernambucana as cidades de Brasília, Belém, Juazeiro do Norte, Petrolina, Ilhéus, Goiânia e Curitiba. No dia 29, a companhia retomará as operações em Campina Grande. Em 2 de abril, entram os voos para Porto Seguro e São Paulo/Congonhas. Na sequência, em 7 de maio, será a vez de Presidente Prudente.

“Em 2015, o Governo de Pernambuco teve a oportunidade de promover muitas ações, mostrando as vantagens comparativas de um Estado que planeja, executa e tira do papel os seus projetos econômicos, fazendo parcerias e administrando com muita gestão suas metas e objetivos. Este anúncio da Azul demonstra o potencial e a localização estratégica do nosso Estado, dentro da região, e a certeza que investir no nosso Estado vale a pena. Pernambuco é o hub natural do Nordeste”, destaca Paulo Câmara, governador de Pernambuco.

“Essas novas operações da Azul consolidam Pernambuco como um dos principais destinos turísticos do Brasil. Agora ficou ainda mais fácil o visitante chegar ao nosso Estado, pois estaremos conectados a todas as capitais nordestinas e a roteiros importantes, como Brasília, Belém, Curitiba, São Paulo e Goiânia. Teremos o dobro de cidades interligadas com 33% a mais de voos diários. É um crescimento que confirma a vocação de Pernambuco em se tornar um grande centro de operações nacionais e internacionais”, comenta Felipe Carreras, secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco.

AZUL A330-200 Nacao Azul pateo 900dpi

A330-200 (272 lugares) terá voo diário entre Recife e Campinas

Além das novas rotas, a Azul passará a ter dois voos diários do Recife para São Paulo/Guarulhos, três para Natal e Belo Horizonte/Confins), e quatro para Fortaleza. Todas as novidades estreiam em 15 de março. Ainda, a companhia incluirá, partir de 22 de fevereiro, o jato A330, de 272 assentos – maior aeronave de sua frota – em uma ligação diária entre Campinas, no Estado de São Paulo, e Recife (atualmente, a operação com o equipamento é semanal).

“Os novos voos da Azul facilitam o acesso dos turistas às belezas e riqueza cultural de nossa cidade e ampliam a nossa conexão com outras capitais e cidades do interior. O investimento da Azul é mais uma demonstração do fortalecimento do potencial turístico e econômico do Recife nos últimos anos e consolida a cidade como o principal destino turístico do Nordeste, conforme apontou levantamento do Ministério do Turismo, e um dos que mais crescem em todo o Brasil”, afirma Geraldo Julio, prefeito do Recife.

 

Malha dedicada à Azul Viagens levará mais turistas a Pernambuco

Aos fins de semana, será criada uma malha dedicada à Azul Viagens, operadora de turismo da Azul, voltada a quem viaja a lazer para o Nordeste. A Azul ligará grandes centros urbanos do Brasil, como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia, Brasília, Curitiba e Porto Alegre, além de Presidente Prudente, aos destinos turísticos do Nordeste via Recife.

As intenções da companhia de ampliar os voos no Recife passam por aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), conclui a nota de imprensa da Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

Aeroporto de Recife02

Mais de sete milhões de passageiros por ano em Recife

O Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, segundo o Governo do Estado de Pernambuco, recebe anualmente cerca de 7,1 milhões de passageiros (embarques e desembarques). No ano passado teve um movimento de 75.418 aeronaves, entre pousos e descolagens.

Este aeroporto é considerado o melhor terminal do Brasil, segundo uma pesquisa de satisfação da Secretaria de Aviação Civil (SAC) e fica a 300 quilómetros de três capitais estaduais, três aeroportos internacionais, dois aeroportos regionais, cinco portos internacionais e a 800 quilómetros de seis capitais, cinco aeroportos internacionais, dez portos internacionais. Ao todo, o terminal do Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes serve uma vasta população de cerca de 52 milhões de habitantes.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica