TAP recebe em Março dois Airbus A319 (ex-Air India) para reforço da sua frota

A TAP receberá no próximo dia 14 de Março dois aviões Airbus A319-112 para reforço da sua frota. Segundo o site “Skyliner Aviations News & More”, baseado na Alemanha, conhecido pela sua fiabilidade na divulgação de movimentos de aeronaves comerciais, os aparelhos voam actualmente para a Air India.

Os dois A319 vêm se juntar à frota de 19 aviões do mesmo modelo que a companhia portuguesa tem ao seu serviço e fazem parte dos seis aparelhos que a partir deste Verão irão reforçar os activos da TAP que, no final do ano passado anunciou voos para dez novos destinos, além de uma nova rota de Lisboa para o Norte do Brasil. O crescimento da rede da TAP obrigou ao aluguer de outras unidades, até para fazer face ao atraso na entrega dos aviões A350 que só deverão começar a chegar a Lisboa a partir de 2017.

Já se sabia que os dois Airbus A330-200 que irão entrar na TAP nas próximas semanas são oriundos da TAM, maior companhia aérea do Brasil. Agora sabe-se que os A319 também já estão escolhidos e contratados. Falta saber os outros dois aparelhos que se destinam ao médio curso e que, tudo leva a crer, serão Airbus A320.

Os novos A319 já têm registo de matrícula portuguesa: CS-TTU e CS-TTV. Tal como os dois últimos aviões do mesmo modelo que entraram na frota da TAP em 2008, estes também começaram a operar na Air Canada.

A idade média da frota de A319 da TAP é actualmente de 14,8 anos. Estes dois aparelhos que vêm da Air India terão cerca de 12 anos de serviço quando integrarem a frota da companhia portuguesa.

Algumas características dos dois aparelhos que chegarão a Lisboa no dia 14 de Março deste ano para a frota da TAP:

  • CS-TTU, cn1668, primeiro voo a 15 de Abril de 2002. Tem o registo VT-SCD da Índia.
  • CS-TTV, cn 1718, primeiro voo a 19 de Março de 2002. Tem o registo VT-SCE da Índia.

Ambos os aviões foram entregues pela fábrica, em Toulouse (França), à Air Canada em 2002, tendo saído para a Indian Airlines em 2006 e depois para a frota da Indian Airlines, em 2007, onde permanecem até serem entregues à TAP.

 

Leave A Comment