“A TAP vai começar a ganhar dinheiro sustentadamente”, diz Diogo Lacerda Machado

Diogo Lacerda Machado, presidente da Comissão de Estratégia da TAP e administrador não executivo da companhia aérea portuguesa, afirmou nesta quinta-feira, dia 21 de novembro, que o Estado Português é “o dono do futuro da transportadora” e garantiu que a companhia vai começar “a ganhar sustentadamente dinheiro”.

“A TAP deverá, nos próximos tempos, começar a ganhar sustentadamente dinheiro e tem a capacidade de ser, na minha opinião hoje, como é, uma companhia interessante”, afirmou o administrador indicado pelo acionista Estado, que falava em Viana do Castelo durante os trabalhos do 31º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo, organizado pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) .

Ao comentar os prejuízos da companhia, Diogo Lacerda Machado, que participou no painel ‘Game Changing: A Transformação da Indústria da Aviação’, sublinhou que “nos últimos 45 anos a TAP teve dois anos de resultados positivos”.

“Teve 43 anos de perdas e relativamente a prejuízos semestrais, daqueles que foram anunciados – e que fizeram, aliás títulos de primeira página –, se tivesse havido alguma busca de informação para as pessoas saberem mais, teriam percebido que houve cinco anos para trás que os resultados foram piores do que estes”, reforçou.

O administrador não executivo da TAP elogiou todo o trabalho desenvolvido pelo acionista privado, o consórcio ‘Atlantic Gateway’ dos empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman, e o facto de este, tendo 45% apenas da TAP em vez dos 100% anteriores, ter aceitado reconfigurar um plano estratégico que ‘dá frutos’.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica