Aeronave de transporte KC-390 passa a designar-se C-390 Millennium – com vídeo

 

A Embraer anunciou nesta segunda-feira, dia 18 de novembro, no Dubai Air Show o nome e a designação de sua aeronave de transporte multimissão, o Embraer C-390 Millennium, antes denominada KC-390. “A nova designação reflete maior flexibilidade e valor para os operadores que procuram uma aeronave para realizar missões de transporte aéreo e mobilidade aérea, entre outros”, justifica a fábrica brasileira em comunicado distribuída nesta manhã..

Em 2009, a Força Aérea Brasileira (FAB) contratou a Embraer para projetar, desenvolver e fabricar a aeronave em substituição à sua frota de C-130. As entregas para a FAB começaram em setembro passado.

O C-390 Millennium é um jato de transporte tático projetado para estabelecer novos padrões em sua categoria, apresentando o menor custo de ciclo de vida no mercado. Algumas das principais características da aeronave são: maior mobilidade, design robusto, maior flexibilidade, tecnologia de ponta comprovada e fácil manutenção. Além disso, o C-390 Millennium pode executar uma variedade de missões, como transporte de carga e tropas, lançamento aéreo de cargas e paraquedistas, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios, evacuação médica e missões humanitárias. A designação KC-390 será mantida para os clientes que optaram pela capacidade de reabastecimento aéreo.

“Com o C-390 Millennium, poderemos oferecer a solução adequada para nossos clientes, de acordo com suas necessidades específicas”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “O C-390 é uma aeronave altamente capaz. Sua combinação incomparável de velocidade, carga útil e rápida reconfiguração para operações multimissão são os pilares de sua produtividade notável”.

Voando mais rápido e agregando mais valor, o Millennium é a plataforma ideal para os principais cenários de utilização de uma aeronave de transporte aéreo. Um número minimizado de inspeções e uma filosofia de manutenção sob demanda, combinados com sistemas e componentes altamente confiáveis, reduzem o tempo da aeronave no solo e os custos totais da operação, contribuindo para níveis de disponibilidade excelentes e baixo custo do ciclo de vida.

A mudança de denominação do novo jato desenhado para missões de transporte e logística militares e também para outras missões de trabalho aéreo, como transporte de cargas específicas para zonas afetadas por calamidades, combates a fogos florestais e outras de apoio humanitário, surge já na sequência do acordo de parceria estabelecido com a Boeing, tendo sido constituída uma joint venture com a fábrica aeroespacial norte-americana em que esta fica com 51 por cento do capital da Embraer Defesa, onde o consórcio brasileiro terá, a partir de agora, a quota restante (49 por cento).

A Embraer conta presentemente com uma encomenda de 35 aviões, sendo 30 para a Força Aérea Brasileira, que já começou a ser entregues, e cinco para a Força Aérea Portuguesa (FAP), que juntamente com outras empresas portuguesas, é parceira no projeto do novo avião de transporte multimissão, e que, a partir de 2023, receberá cinco aviões deste modelo.

 

  • A Embraer, através do seu canal no YouTube distribuiu um vídeo em que apresenta o ‘novo’ C-390 Millennium:

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica