Aeroporto de Macau teve o melhor semestre de sempre

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O número de passageiros no Aeroporto de Macau superou 4,7 milhões nos primeiros seis meses deste ano, atingindo o melhor resultado semestral na sua história, anunciou esta semana o jornal de língua portuguesa ‘Tribuna de Macau’.

Entre janeiro e junho deste ano, o Aeroporto Internacional de Macau (AIM) movimentou 4,72 milhões de passageiros, o que representa um acréscimo de 18% face ao período homólogo de 2018, uma média diária de 26 mil pessoas e o melhor registo semestral de sempre. Com 811.530 passageiros, o mês de abril passou a figurar como o melhor da história do AIM.

No intervalo de seis meses, a infraestrutura contabilizou mais de 37 mil movimentos de aeronaves, entre aterragens e descolagens, refletindo uma subida anual de 19%, segundo dados divulgados pela Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau (CAM).

Os números do tráfego de passageiros dos três principais mercados do AIM, nomeadamente a China Continental, Taiwan e Sudeste Asiático, aumentaram 31%, 7% e 13%, respectivamente, em termos anuais homólogos. No período em análise, registaram-se subidas de 22% nos passageiros em trânsito e de 18% entre os que tiveram Macau como destino final.

Segundo os mesmos dados, os passageiros das companhias de baixo custo cresceram 25%, superando o progresso dos clientes de transportadoras convencionais (mais 15%).

Só em junho, o fluxo de passageiros avançou 17% para 780.624 e os movimentos de aeronaves subiram 22% para mais de 6.300, uma tendência alimentada pelos visitantes dos mercados da China Continental (+33%), Taiwan (+8%) e Sudeste Asiático (+9%).

No final de junho, 28 companhias aéreas operavam no AIM, ligando Macau a 56 destinos na China Continental, Taiwan, Sudeste Asiático e nordeste da Ásia, destacou a CAM, que antecipa um crescimento “constante” do tráfego de passageiros no segundo semestre de 2019. Para dar resposta à crescente procura, a companhia garante que “acelerará o ritmo de melhoria das instalações aeroportuárias”, incluindo a instalação de mais máquinas para check-in automático.

Na primeira metade de 2019, companhias como a Shenzhen Airlines, Jeju Air e a Zhejiang Loong Airlines abriram novas rotas para o Continente chinês e a Coreia do Sul, mas o reforço da oferta deverá ser mais diversificado no segundo semestre. Segundo a CAM, a JC Cambodia Airlines planeia lançar voos entre Macau e Myanmar, enquanto a Bamboo Airways e a VietJet Air estabelecerão serviços regulares para Nha Trang, no Vietname.

 

  • Notícia publicada pelo jornal ‘Tribuna de Macau’

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Centro Digital de Aviação em Portugal acelera a transformação digital e a inovação na TAP

‘Tata Consultancy Services’ estabelece um centro de excelência em...

Emirates destaca a importância da pontualidade no aeroporto para as viagens de Verão

Numa altura em que o Aeroporto Internacional do Dubai...

TAAG retoma voos para o Bié com um voo triangular Luanda-Menongue-Cuito

A partir do próximo dia 2 de agosto de...

Oferta de voos domésticos para o Nordeste Brasileiro em julho crescerá mais de 10% face a 2023

A oferta de voos domésticos na temporada de férias...