Bem-vindo, !|Sair

Águas descem em Chennai – Voos comerciais ainda não podem pousar


 

O Aeroporto Internacional de Chennai, no Estado de Tamil Nadu, na Índia, reabriu neste sábado, dia 5 de dezembro, mas apenas para o que as autoridades designam por “voos técnicos”. A maioria dos movimentos são de aviões militares que procedem a operações de emergência e de transporte de militares e funcionários públicos em missões inadiáveis.

Não obstante as águas terem descido, é necessário verificar bem o estado da pista principal, que apresenta ainda muitas zonas com água e, possivelmente, alguns buracos que implicam obras de manutenção, antes de uma eventual reabertura. Além do mais, alerta a Autoridade Nacional de Aviação, é preciso recuperar a funcionalidade de todos os sistemas de atendimento aos passageiros e outros de apoio às companhias comercias que foram destruídos pelas águas.

O aeroporto está encerrado desde a passada segunda-feira, dia 30 de novembro, à noite, devido às chuvas que assolaram a zona (LINK nossa notícia anterior), agravadas pelo transbordo do Rio Adyar que corre na vizinhança do aeroporto, e que provocou o alagamento de toda a área aeroportuária, com enormes prejuízos nos edifícios e instalações técnicas e nas aeronaves e equipamentos que estão estacionados. São as maiores cheias de que há memória, nos últimos cem anos, refere a imprensa indiana, que faz um balanço de 270 mortos no último mês devido às enchentes, só na zona à volta do aeroporto.

Chennai ExecutiveJet_FloodsA 750px

Um Gulfstream 200 foi arrastado pela enchente para uma zona circundante ao aeroporto de Chennai, onde se encontrava estacionado e está meio submerso.

Na sexta-feira não choveu durante o dia, pelo que se verificou um vazamento das águas, mas a previsão para domingo, dia 6 de dezembro, é de mais chuva, pelo que diversas companhias que tinham previsto retomar as operações, já estão a anunciar que novas notícias sobre a retoma dos voos serão dadas na segunda-feira, dia 7 de dezembro.

Chennai ExecutiveJet_FloodsB 650px

Outro avião executivo da companhia Premier Jet Services, com base no aeroporto de Chennai, foi também levado pela corrente das cheias.

Estão a ser feitos alguns voos comerciais, mas muito poucos atendendo ao movimento que tem normalmente o aeroporto de Chennai, utilizando a base aeronaval de Arakkonam, a 70 quilómetros de distância. Contudo, os voos na base só podem ser operados durante o dia e as condições meteorológicas não têm sido as melhores, devido à chuva forte que também tem afectado a zona.

Tamil Nadu tem cerca de 70 milhões de habitantes e o Aeroporto Internacional de Chennai é a mais importante porta de entrada no Estado. Na cidade, nas últimas semanas, contam-se por mais de 5.000 prédios de habitação submersos e milhares de pessoas evacuadas.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica