Air Macau contrata pilotos dos países africanos lusófonos – Cabo Verde em destaque

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Air Macau está a recrutar pilotos dos países africanos de língua portuguesa, em particular de Cabo Verde, adiantou a TDM Rádio Macau, citada numa notícia do jornal de língua portuguesa ‘Tribuna de Macau’, que se publica no território autónomo do sul da República Popular da China, denominado Região Administrativa Especial de Macau (RAEM).

Segundo a estação radiofónica, a companhia aérea macaense confirmou que, nos últimos meses, foram contratados pelo menos cinco cabo-verdianos e durante este ano serão recrutados mais pilotos, que têm de cumprir um programa de formação de três meses em Pequim antes de começarem a trabalhar em Macau.

Ao longo do último ano, foram contratados 30 pilotos, provenientes do programa local de formação, mas também da Europa, América do Sul, África e Sudoeste Asiático, especificou ainda a Air Macau. A transportadora garantiu que irá recrutar mais pilotos este ano para responder às necessidades da empresa, que receberá em Março o seu primeiro avião de fuselagem larga, para voos de médio e longo curso.

De acordo com o semanário cabo-verdiano “A Nação”, vários dos pilotos contratados pela Air Macau pertenciam aos quadros da companhia BestFly Cabo Verde by TICV, prevendo-se que cheguem à RAEM já esta semana. O jornal destaca ainda que os pilotos da BestFly “têm mostrado total descontentamento com a única companhia que opera os voos inter-ilhas em Cabo Verde, devido a inúmeros constrangimentos de gestão de recursos humanos e gestão operacional”.

“A voar só com um aparelho, devido a inúmeras avarias relacionadas com peças, a companhia é constantemente alvo de críticas de operadores de turismo e agências de viagens, passageiros e comerciantes”, cujos negócios são “afectados devido às avarias”, refere o semanário.

O Estado de Cabo Verde deverá assumir o controlo da gestão da TICV (Transportes Inter-ilhas de Cabo Verde) para “evitar o descalabro” nos voos domésticos. Segundo a mesma publicação, o Governo terá esgotado a paciência “em relação aos incumprimentos e falta de capacidade do parceiro angolano da BestFly para voos regulares e seguros”.

  • Notícia publicada pelo jornal ‘Tribuna de Macau’ em 19 de fevereiro de 2024

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Contrato com a Binter para as ligações interilhas na Madeira prorrogado até setembro

A companhia aérea espanhola Binter vai assegurar por mais...

EuroAtlantic anuncia mudanças na equipa de gestão e nova injeção de capital do acionista

A companhia aérea portuguesa ‘Euro Atlantic Airways – Transportes...

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...