Air Macau teve lucro de 23 milhões de euros no exercício de 2018

A Air Macau registou no exercício de 2018 lucros superiores a 212 milhões de patacas (cerca de 23 milhões de euros) , o que corresponde a uma subida para mais do dobro relativamente aos valores conseguidos em 2017, lê-se no jornal ‘Tribuna de Macau’, que publicou há poucos dias uma reportagem da jornalista Inês Almeida sobre os resultados da companhia aérea de bandeira da Região Administrativa Especial de Macau, que a seguir reproduzimos:

 

Os lucros da Air Macau atingiram, no ano passado, 212,96 milhões de patacas, o que representa um salto de 170% comparativamente aos 78,76 milhões conseguidos em 2017, conforme já avançara o ‘Tribuna de Macau’ em Março. Na altura, dados da Air China apontavam para um lucro líquido na ordem dos 180 milhões de renminbis (210 milhões de patacas ao câmbio atual/cerca de 22,9 milhões de euros).

No relatório do exercício financeiro de 2018 agora publicado, a Air Macau salienta que “superou a pressão do aumento dos custos de combustível e perdas cambiais decorrentes da depreciação da moeda chinesa”, conseguindo registar lucros pelo nono ano consecutivo.

O documento indica também que ao longo do ano passado, a Air Macau continuou a apoiar o “Programa de Recrutamento de Pilotos Locais de Macau” e o primeiro grupo de formandos selecionados já concluiu a formação em França e regressou ao território para receber “treino adicional”. Estes tornar-se-ão formalmente co-pilotos ainda este ano.

O Conselho Fiscal da transportadora aérea ressalva, apesar dos resultados, que o ambiente operacional dos negócios de transporte aéreo em 2018 “ainda enfrentou muitos desafios”. “Não obstante o crescimento contínuo do preço de combustíveis e dos custos operacionais, a direção tomou ativamente várias medidas, como optimização da eficiência do funcionamento, melhoramento da qualidade de serviços prestados e reforço das medidas de controlo de custos”.

Para este ano, a empresa promete continuar a enfrentar desafios como “factores económicos incertos, trazidos pela concorrência intensificada da indústria, do aumento do preço de combustíveis, da grande flutuação na taxa de câmbio e das questões do comércio global”.

 

A Air Macau foi constituída a 13 de Setembro de 1994 e começou a voar oficialmente a 9 de novembro de 1995. Atualmente opera uma frota de 23 aviões Airbus de médio curso em 26 rotas à partida do antigo território português do Oriente, entregue à República Popular da China no final do ano de 1999. A língua oficial de Macau é o português e o cantonês.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica