Air Sénégal abre rota transatlântica para os Estados Unidos da América

A Air Sénégal inaugurou nesta quinta-feira, dia 2 de setembro, o seu novo voo transatlântico entre a capital do país, Dakar e os Estados Unidos da América, com escalas nas cidades de Nova Iorque e Washington. A partir agora, a companhia aérea nacional senegalesa irá oferecer dois voos semanais (quintas e domingos) entre a capital senegalesa e as duas cidades americanas.

“Para atingir o marco de hoje, foi necessário um trabalho colossal, sério e permanente”, diz Ibrahima Kane, diretor-geral da Air Sénégal, em comunicado distribuído pela companhia africana. “Este novo mercado convida-nos a abordar esta nova fase de consolidação da nossa rede em torno do conforto e satisfação dos nossos passageiros”, acrescenta, sublinhando que esta rota deverá ajudar a impulsionar as trocas económicas com os Estados Unidos, que tem uma grande comunidade da África Ocidental.

O voo será operado por um Airbus A330-900neo (fretado à Hi Fly Malta) que pode acomodar até 290 passageiros com uma capacidade de carga de 12 toneladas. Ao abrir esta nova rota, a bandeira senegalesa preenche uma lacuna deixada pela South African Airways desde 2019, quando abandonou a rota Dakar – Nova Iorque. Além disso, a transportadora também põe fim ao monopólio até agora detido pela companhia americana Delta Airlines ( que está presentemente a operar com cinco voos por semana).

“Esta nova rota da Air Sénégal já definiu as principais linhas de uma estratégia destinada a colocar o Senegal no cruzamento do comércio entre a África e a América. A partir de agora, teremos de ganhar a aposta em conjunto para manter a exigência de segurança, qualidade de serviço e promoção da experiência do viajante. E com esta nova rota, a Air Sénégal está a dar expressão concreta à visão do Presidente da República de fazer do AIBD um hub internacional”, diz Doudou Ka, director-geral do Aeroporto Internacional Blaise Diagne (AIBD).

A Air Sénégal escolheu propositadamente um horário que serve a sua rede de ligações para outras cidades de países vizinhos na África Ocidental: partida de Dakar à 01h30, regresso no dia seguinte às 12h25. Desta forma permite ligações convenientes para para Abidjan (Costa do Marfim), Bamako (Mali), Conacri (Guiné), Banjul (Gâmbia), Ziguinchor (Senegal), Nouakchott (Mauritânia) e Freetown (Serra Leoa)

A Air Senegal torna-se assim a quinta companhia aérea africana a oferecer voos diretos entre a África e os Estados Unidos da América, depois da Ethiopian Airlines, EgyptAir, Kenya Airways e Royal Air Maroc.

 

  • Foto de abertura ©Maximilian Hartl

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica