Airbus A330-200 da TAP viaja para o deserto do Arizona

O Airbus A330-200, matrícula CS-TOL, que esteve desde 2007, quando saiu da fábrica, ao serviço da TAP Air Portugal, descolou na manhã desta sexta-feira, dia 4 de junho, do Aeroporto Internacional António Carlos Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroparque de Marana Pinal, no deserto do Arizona, onde aterrou após mais de 12h30 de viagem.

A notícia foi avançada pelo site brasileiro de notícias de aviação ‘Aeroin’ que adianta que a aeronave, ainda com matrícula portuguesa, está a ser devolvido à empresa de leasing, depois de estar nos últimos oito meses parado nas instalações da TAP ME Brasil, no Rio de Janeiro. A aeronave foi entregue à empresa de leasing. Por enquanto, ficará armazenado.

O CS-TOL, que recebeu o nome de batismo ‘João Gonçalves Zarco’, foi o primeiro avião A330-200 encomendado pela TAP à Airbus, depois de ter integrado alguns aparelhos do mesmo tipo na sua frota, que chegaram de outras companhias europeias, nomeadamente da Lufthansa, Austrian Airlines e da Blue Wings. Houve um avião que veio da TAM Linhas Aéreas, do Brasil, em 2014, que voou com o registo CS-TOR, e que foi devolvido ao lessor em janeiro passado.

A TAP teve ainda ao serviço, na frota de Airbus A330, dois aviões alugados à AZUL Linhas Aéreas Brasileiras (CS-TOS e CS-TOT, ambos versão -200), entre 2016 e 2017, e mais quatro A330, na versão -300, que chegaram da Singapore Airlines em 2017 e seguiram em 2019 para a Air Canada.

O Airbus A330-200 da TAP deixou o Aeroporto do Galeão pelas 06h36 desta sexta-feira, tendo aterrado em Marana Pinal pelas 15h09 locais (22h09 UTC/23h09 em Lisboa). No total o voo direto (TP9744) teve a duração de 12h39, segundo os registos da plataforma de rastreamento de aviões ‘FlightRadar24’.

 

  • Notícia atualizada no dia 5 de junho de 2021.
  • Na imagem de abertura vemos o A330-200, CS-TOL, da TAP no Aeroporto Francisco Sá Carneiro/Porto. Foto © Carlos Seabra

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica