Novo Embraer E190-E2 obtém certificação EASA para operar em Londres City

O primeiro jato Embraer da família E2, o E190-E2, foi certificado para aproximação íngreme (steep approach, em inglês), requisito para operar no Aeroporto de Londres City (LCY). A certificação da EASA (European Aviation Safety Agency, em inglês) foi concedida no passado mês de maio, anunciou a construtora aeronáutica brasileira.

O Aeroporto de Londres City está localizado próximo ao distrito financeiro de Londres, capital do Reino Unido, e é considerado o principal aeroporto de negócios da região, além de ser um importante hub para destinos na Europa continental em razão da conveniência e facilidade de acesso oferecidas ao passageiro. Entretanto, para operar neste aeroporto de características especiais, as aeronaves precisam ser compatíveis com os requisitos de aproximação íngreme e com a pista curta do aeroporto, atendendo às rígidas regulamentações de ruído das comunidades próximas.

Nos testes de certificação, os dados da EASA confirmaram que o E190-E2 tem os níveis de ruído mais baixos entre todas as aeronaves de corredor único de nova geração e será o único jato que operará em Londres City certificado pelo rigoroso regulamento do Capítulo 14 da ICAO. As asas, motores e sistemas da nova aeronave tornam o aparelho significativamente mais silenciosa do que o antecessor E190-E1, o que para as comunidades ao redor do aeroporto significa uma emissão de ruído 63% menor na decolagem do E190-E2 quando comparado com o E190-E1 que opera atualmente no local.

“As aeronaves da Embraer representam 70% de toda a movimentação neste aeroporto icónico, no coração de uma das maiores cidades do mundo. Este é um motivo de grande orgulho para a Embraer, o Aeroporto de Londres City é como se fosse nossa casa. Estamos ansiosos para ver o E190-E2 se juntando aos aviões da Embraer que já operam em Londres City com British Airways CityFlyer, KLM Cityhopper, LOT, Alitalia e Portugália”, disse Cesar Pereira, vice-presidente para Europa, Oriente Médio e África da Embraer Aviação Comercial.

Imagens obtidas no Aeroporto de Londres City – Fotos © Embraer/Mayara Billa

As credenciais ambientais do E190-E2 vão muito além de sua operação mais silenciosa. A aeronave é 17% mais eficiente do que sua antecessora em consumo de combustível e emissões, ao mesmo tempo em que seu desempenho foi aperfeiçoado – o alcance partindo de Londres City quase duplicou com o E190-E2 para mais de 4.000 quilómetros, possibilitando o alcance de destinos como Istambul (Turquia), Casablanca (Marrocos) e Moscovo (Rússia).

A certificação de aproximação íngreme, que permite maiores ângulos de descida de até 5,5 graus, reduz a poluição sonora nas comunidades vizinhas. O sistema é habilitado utilizando uma atualização de software especial e a instalação de um botão ‘Steep Approach’ no painel de controle do cockpit. Devido à comunalidade da cabina entre o E190 e o E190-E2, os pilotos já autorizados para a operação em Londres City não precisam de treino em simulador para a aproximação íngreme.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica