Airbus quer recrutar mais de 13.000 colaboradores até final do corrente ano

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Airbus está a apelar aos aficionados da indústria aeroespacial para se juntarem a um sector em crescimento, uma vez que pretende recrutar mais de 13.000 pessoas em todo o mundo em 2023. Até à data, mais de 7.000 dessas vagas já foram preenchidas, apesar de um mercado de trabalho desafiante. Já estão em curso planos para preencher as restantes posições, sendo as novas contratações fundamentais para apoiar o aumento da produção e os objetivos de descarbonização da Airbus.

“Estamos satisfeitos por ver que a Airbus continua a ser atrativa, apesar dos desafios do mercado de trabalho. Os nossos esforços de recrutamento estão a dar frutos e continuarão a apoiar o aumento da nossa produção e a transformação da empresa”, afirma Thierry Baril, Diretor de Recursos Humanos da Airbus, citada numa nota de imprensa distribuída na semana da realização do ‘Paris Air Show’, evento no qual a fábrica europeia tem tido uma grande visibilidade pelo número e importância de contratos fechados. “Estamos concentrados em atrair, formar e desenvolver os melhores e mais diversificados talentos da nossa empresa para nos ajudar a moldar o futuro da indústria aeroespacial sustentável”, acrescenta Thierry Baril.

A empresa oferece milhares de oportunidades de emprego nos sectores da produção, engenharia e atividades que apoiam os objetivos a longo prazo da Airbus, como a cibersegurança, a engenharia de software e as novas tecnologias de propulsão (por exemplo, hidrogénio, criogenia, células de combustível).

Um terço do recrutamento total é destinado a recém-licenciados. Para ajudar ao cumprimento deste objetivo, a Airbus acaba de assinar uma extensão da sua parceria com o ‘Georgia Institute of Technology’ por mais cinco anos, no âmbito do ‘Programa Académico Airbus’ (com as 15 melhores universidades e escolas selecionadas a nível mundial).

Em 2023, para além deste programa estratégico, a Airbus expandiu as suas parcerias académicas com 42 escolas de gestão e universidades em todo o mundo, através de acordos com a as organizações CEMS (um consórcio de 34 escolas de gestão e universidades em seis continentes) e UNITECH (um consórcio de oito universidades de engenharia de toda a Europa: Chalmers Sweden, INSA Lyon, Politecnico di Milano, Trinity Dublin, Aachen RTWH, ETH Zurich, Loughborough e Universidade Politécnica de Barcelona). Estas parcerias irão promover potenciais sinergias no sector aeronáutico que ajudarão a desenvolver a próxima geração de profissionais do sector aeroespacial.

A Airbus emprega atualmente mais de 134.000 pessoas nas suas operações em todo o mundo. Em 2023, a Airbus foi galardoada com a certificação Top Employers na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico pelo ‘Top Employers Institute’, uma autoridade global independente no reconhecimento da excelência na gestão de pessoas e políticas de Recursos Humanos.
Para saber mais sobre as oportunidades disponíveis na Airbus, os potenciais candidatos e estudantes podem visitar o website da Airbus em https://www.airbus.com/en/careers.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...

Qatar Airways reforça Luanda que terá quatro voos semanais e alarga rede para Kinshasa

A Qatar Airways prossegue a expansão da sua rede...