Airbus voa um helicóptero totalmente automatizado com um tablet

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Airbus testou com sucesso um novo interface simplificado entre humanos e máquinas (HMI) juntamente com recursos autónomos avançados por meio de um projeto chamado ‘Vertex’, anunciou nesta segunda-feira, dia 27 de novembro, a fábrica aeroespacial europeia.

Essas tecnologias, desenvolvidas pela Airbus UpNext, são controladas por um tablet com tela sensível ao toque e visam simplificar a preparação e a gestão de missões, reduzir a carga de trabalho dos pilotos de helicóptero e aumentar ainda mais a segurança.

O FlightLab da Airbus Helicopters voou totalmente automatizado desde a descolagem, percursos nos caminhos de circulação do aeroporto (taxiamento), descolagem, viagem de cruzeiro, aproximação e depois aterragem durante um voo de teste de uma hora seguindo uma rota predefinida. Durante este voo, o piloto monitorizou o sistema, que é capaz de detetar obstáculos imprevistos e recalcular automaticamente uma trajetória de voo segura. Sempre que necessário, o piloto pode facilmente anular os controles por meio do tablet e retomar a missão posteriormente. O período de teste de voo ocorreu de 27 de outubro a 22 de novembro nas instalações da Airbus Helicopters em Marignane, França.

“Esta demonstração bem-sucedida de um voo totalmente autónomo, desde a descolagem até à aterragem, é um grande passo em direção à redução da carga de trabalho do piloto e ao interface simplificado que a equipa de Mobilidade Urbana da Airbus pretende implementar no CityAirbus NextGen. Isso também pode ter aplicações imediatas para helicópteros em voos de baixa altitude próximo a obstáculos, graças às informações fornecidas pelos lidars [deteção e medição a laser] a bordo”, disse Michael Augello, CEO da Airbus UpNext.

A Airbus Helicopters continuará a melhorar as diferentes tecnologias que compõem o Vertex: sensores baseados em visão e algoritmos para consciência situacional e deteção de obstáculos; fly-by-wire para piloto automático melhorado; e um interface avançado entre humanos e máquinas, na forma de uma tela sensível ao toque e um display de cabeça para monitorização e controle durante o voo.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

São Tomé e Príncipe bate em 2023 recorde de entrada de turistas no País com portugueses a liderar

A República Democrática de São Tomé e Príncipe superou...

ANAC e APA já deram aval a obras de melhoria no Aeroporto Humberto Delgado/Lisboa

Francisco Pita, administrador executivo da ANA – Aeroportos de...

Publicado o novo acordo de empresa dos tripulantes de cabina da TAP

O novo acordo de empresa, aprovado pelos tripulantes de...