Angola moderniza serviços de controlo de tráfego aéreo

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Treze militares da Força Aérea Nacional (FAN) de Angola terminaram, recentemente, a sua formação em Controlo de Tráfego Aéreo (ATC), num curso que decorreu durante cerca de seis meses no Centro de Instrução Aeronáutica (CAI), afecto a Empresa Nacional de Navegação Aérea e Exploração de Aeroportos (ENANA).

A cerimónia oficial de encerramento do curso realizou-se na segunda-feira, dia 2 de outubro, em Luanda, tendo sido presidida pelo presidente do conselho de administração da ENANA, Manuel Ceita, que esteve acompanhado pelo brigadeiro Benedito Xavier.

Segundo Manuel Ceita, este primeiro curso ATC, realizado no âmbito do protocolo de cooperação existente entre as duas instituições, foi dirigido aos técnicos da FAN e teve “como objectivo prover o país de mais e melhores quadros formados para assistir à navegação aérea nacional”.

A ação formativa, disse, constitui um exercício que testemunha os laços entre as duas instituições no que toca a prestação de serviços de controlo de tráfego aéreo na Região Informativa de Voos (FIR) de Luanda, no qual faz parte o aeroporto de Luanda e arredores.

O responsável referiu ainda que a referida formação “é um grande investimento, pelo que se constitui como factor decisivo para a obtenção dos níveis de prestação que a ENANA se propõe a atingir, pelo que a empresa vai continuar a investir no sector para que técnicos de qualidade continuem a ser profissionalizados em Angola.

Para o efeito, a empresa pensa investir na reabilitação e apetrechamento do CAI, situado no aeroporto de Luanda, aquisição do simulador ATC, certificação do Centro pelo INAVIC e pela ICAO, entre outros projetos em curso para se melhorar os serviços prestados, a semelhança de outros escolas aeronáuticas internacionais.

“A ação que hoje estamos a testemunhar, referiu, é fruto desta aposta, pelo que manifestamos a nossa total disponibilidade para que, ao abrigo da parceria, pasmada entre outros, no acordo de MIXIDADE, assinado a 11 de Setembro de 2015, que visa estabelecer a cooperação entre a ENANA e a FAN no âmbito da gestão de processo de formação de recursos humanos, com vista a prestação de serviços aeronáuticos nos aeroportos sob gestão da ENANA e da Força Aérea Nacional, atinja secesso”.

Neste âmbito, reafirmou, continuaremos empenhados em dar continuidade ao processo de formação de efetivos da Força Aérea que “é prova, mais do que evidente, do compromisso da ENANA no alcance dos mais altos objectivos do Estado angolano, contribuindo assim para garantia da inviolabilidade do espaço aéreo nacional”, reiterou.

A finalizar, Manuel Ceita elogiou os recém-formados e o corpo docente pelo empenho prestado durante os meses de formação, pelo que sublinhou ser um feito marcante para a navegação aérea angolana que espera contar com a prestação dos referidos técnicos.

Assistiram à cerimónia administradores da ENANA, responsáveis da Força Aérea Nacional, docentes, entre outras individualidades ligadas ao sector da navegação aérea no país.

 

  • Fonte: ANGOP Angola

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...