Angola vai conceder a gestão do novo aeroporto de Luanda a um parceiro internacional

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O ministro Ricardo de Abreu, anunciou em Luanda, que Angola vai lançar um concurso público internacional, com vista à identificação do parceiro mais adequado para gerir, com as melhores práticas internacionais, o Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto.

Ao intervir na cerimónia de inauguração do novo aeroporto, na sexta-feira, dia 10 de novembro, o governante que lidera a pasta dos Transportes apontou que o empenho e o profissionalismo têm de se manter como a linha de trabalho para que, em breve, se identifiquem e se sintam os reais efeitos do aeroporto, com mais emprego, vias rodoviárias e ferroviárias, bem como maior mobilidade e melhor bem-estar social.

Ricardo de Abreu indicou que se perspetiva mais tráfego aéreo vindo do exterior, não só para fazer negócios e implementar projetos empresariais, mas também para conhecer e desfrutar de todas as atrações turísticas, infraestruturas e serviços que já vão despontando por várias províncias do país.

O responsável pela tutela dos Transportes no Governo de Angola fez saber que o engajamento está também na qualificação e na diversificação do capital humano, um dos principais focos de toda a estratégia e das reformas que se desenvolvem no sector da aviação civil.

“Queremos erguer aqui e em breve um ecossistema para a aviação civil, no qual o pilar chave é a Academia da Aviação Civil Angolana, que já tem instalações nesta área”, expressou.

Informou que outras oportunidades se abrem ao nível da engenharia aeronáutica, da manutenção e de serviços de diversos suportes, bem como se vê o futuro desenvolvimento da Cidade Aeroportuária, devidamente enquadrada no Plano de Ordenamento Aeroportuário.

Sendo uma obra transgeracional, para durar num horizonte de até 100 anos, Ricardo de Abreu apelou a todos os atores da sociedade e da política a saberem preservar o bem comum, denunciando e repreendendo todas as formas de sabotagem e de vandalismo dos bens públicos ou do Estado.

A nova infraestrutura aeroportuária que servirá a capital angolana ocupa uma área de 1.324 hectares, tem capacidade para 15 milhões de passageiros e um volume de carga de 130 mil toneladas por ano.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

OGMA inaugura nova linha de manutenção de motores GTF da Pratt & Whitney em Alverca

A OGMA – Indústria Aeronáutica Nacional, S.A. inaugura na...

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...

Pilotos da TACV marcam greve de uma semana partir de 24 de julho

Os pilotos da TACV – Transportes Aéreos de Cabo...