Antigua Airways inaugura operações com avião da Euro Atlantic Airways

O primeiro voo da Antigua Airways, a nova companhia aérea da República da Antígua e Barbuda, país das Caraíbas constituído pelas duas ilhas dos mesmos nomes, foi realizado na terça-feira, dia 1 de novembro, com uma aeronave portuguesa da Euro Atlantic Airways, a companhia e tripulação selecionadas para este serviço.

A Antigua Airways, cujo voo inaugural coincidiu com o dia nacional do país, que integra a Commonwealth, operará com um Boeing 767-300ER com matrícula portuguesa com 16 lugares em Classe Executiva e 251 em Classe Económica, para três destinos: Lagos (Nigéria), Acra (Gana) e Toronto (Canadá), inicialmente como voos ‘charter regulares’ até receber todas as certificações para transporte regular.

A SkyExpert, empresa de consultoria especializada em transporte aéreo, aeroportos e turismo, acompanhou o lançamento do voo Lagos-Antígua à distância, relembrando que, até hoje, a única ligação aérea regular entre a África e as Caraíbas é operada pela companhia angolana TAAG entre Luanda e Havana (Cuba). “As deslocações entre as duas regiões fazem-se via Europa ou via EUA, o que tem sérias implicações em termos de visto, de preço e de duração da viagem”, afirma.

Pedro Castro, diretor da SkyExpert, enfatiza: “É relativamente fácil e barato nos dias de hoje criar uma companhia aérea, dar-lhe um nome virtual e terceirizar tudo o resto, inclusivamente a própria frota, tripulações, seguros e manutenção, reduzindo o investimento, o risco. Foca-se no que é essencial, ou seja, na conetividade aérea. Foi em julho que o governo da ilha anunciou querer criar a sua companhia em conjunto com um investidor nigeriano e três meses depois já está no ar”, relembra. Os contornos deste negócio envolvem uma empresa de publicidade nigeriana, a ‘Marvelous Mike Press Ltd’, sem qualquer experiência no negócio aéreo e que detém 80% do capital. Os restantes 20% são detidos por um fundo estatal da Antígua, o ‘Citizenship by Investment Programme’ (CIP), o equivalente ao visto Gold por investimento. Não conhecendo os detalhes deste acordo específico, Pedro Castro informa que “tipicamente este tipo de contrato dá à companhia selecionada um rendimento seguro de um milhão de euros por mês e isto vale como uma exportação para Portugal. Caso não seja rentável, é relativamente simples para a tal companhia virtual terminar as suas operações pagando as penalidades previstas e fechar. Se for um sucesso, poderá então fazer o inverso e passar à etapa seguinte de ter os seus próprios aviões com maior segurança e certeza pela experiência passada”. Sem querer profetizar, Pedro Castro comenta algumas das notícias sobre o voo inaugural da Nigéria: “teve apenas 100 passageiros, muitos dos quais convidados, que supostamente regressarão no dia 6 de novembro. Existem rumores na Nigéria que este voo facilitará uma nova rota para a emigração ilegal para os EUA. Acresce ainda que não é fácil reservar estes voos pelos canais ‘normais’ ainda que operados com o código da Euro Atlantic”.

O avião que fez o voo inaugural, o Boeing 767-300ER, matrícula CS-TSU, regressou nesta quarta-feira, dia 2 de novembro, a Lisboa, onde aterrou pelas 18h20 locais. Voltará para as Caraíbas no próximo sábado dia 5 de novembro às 18h10. “Tendo em conta o destino de sonho em causa, é pena não ser comercializado de/para Portugal”, conclui Pedro Castro.

No voo inaugural estiveram presentes o CEO da Euro Atlantic Airways, Eugénio Fernandes; o presidente da Câmara de Comércio Nigéria-Antígua e Barbuda, Emmanuel Samson; e o Diretor da Antigua Airways, Opeyemi Olorunfemi. O CEO e investidor, o nigeriano Marvelous Mike, não estava a bordo, apenas os seus filhos. À chegada foram recebidos pelo ministro do Turismo de Antígua, Charles Fernandez; pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Chet Green; e pelo presidente do Turismo, Colin James, entre outras entidades locais.

 

 

 

 

  • A imagem de abertura mostra uma antevisão da pintura de um avião da nova companhia, sobre um Boeing 767-300ER da Euro Atlantic Airways. Foto © Antigua Airways.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica