Assinado contrato da requalificação e ampliação da aerogare na ilha Graciosa (Açores)

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Secretaria Regional dos Transportes, Turismo e Energia do Governo da Região Autónoma dos Açores, em Portugal, informou nesta sexta-feira, dia 10 de setembro, que já foi assinado pela SATA – Gestão de Aeródromos o contrato referente à requalificação e ampliação da aerogare do aeródromo da ilha Graciosa, no valor de 6.164.447,80 euros.

Esta empreitada visa dimensionar a aerogare do aeródromo da Ilha Graciosa para a utilização simultânea de 120 passageiros, correspondentes a 75% da lotação máxima de dois aviões DHC Dash 8-400.

A obra será executada pela empresa TREPA, Construção Civil Lda. no prazo de 20 meses, segundo os termos contratuais.

Segundo a Secretaria Regional dos Transportes, Turismo e Energia, a obra será executada numa fase única, mas com a programação intrínseca à garantia do normal funcionamento do aeródromo e instalações conexas, ressalvando-se, em particular, que a demolição da atual aerogare só ocorrerá após a conclusão e funcionamento incondicional da nova aerogare.

O projeto irá abranger a construção de um novo edifício destinado a aerogare, com a área bruta de construção de 2.485 metros quadrados em piso térreo, sendo subdividida pelo lado terra, onde se encontra o átrio público (que integra as zonas de estar/espera, balcões de check-in, bar, espaços comerciais, instalações sanitárias, receção e controlo de carga importada e para exportação, etc.) e o lado ar (que integra a sala de embarque com instalações sanitárias, sala de recolha de bagagem, lounge de passageiros frequentes, armazenamento e tratamento de carga, incluindo câmara frigorifica, entre outros).

Posteriormente, ocorrerá a remodelação do parque de estacionamento existente e a demolição da aerogare existente.

Quanto às restantes obras, destacam-se os acessos exteriores e o parque de estacionamento a remodelar, para adaptação à nova implantação da aerogare, englobando uma área de intervenção com 12.120 m2.

De referir que este investimento no aeródromo da Ilha Graciosa enquadra-se nas iniciativas de valorização e aprimoramento operacional dos aeroportos de gestão regional, previstas no Programa do Governo, como elementos fundamentais para a coesão económica e social da Região.

 

Recorde-se que em maio de 2020 registou-se um incêndio no edifício da aerogare do aeródromo da ilha Graciosa, situação agravada, em março deste ano, com o colapso da pala exterior da Terminal de Cargas (LINK notícia relacionada).

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...