Bem-vindo, !|Sair

Aviação doméstica no Brasil teve recuo de quatro por cento em janeiro

A procura por voos domésticos no Brasil voltou a cair em janeiro de 2016. Diminuiu quatro por cento na comparação com o mesmo mês do ano passado. Esse é o pior resultado para janeiro já registado pelas companhias que estão reunidas na Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), fundada em outubro de 2012. Completa, também, uma série de seis baixas mensais consecutivas da demanda aérea.

A retração da demanda foi, pela quinta vez nos últimos seis meses, superior à da oferta, reduzida em 2,4% em janeiro. Com isso, a ocupação média dos lugares disponíveis por voo teve queda de 1,41 ponto percentual, ficando em 83,18%.

Foram realizadas pouco mais de nove milhões de viagens domésticas no mês, um decréscimo de quase 2% no volume total. Os números são a compilação das estatísticas de AVIANCA, AZUL, GOL e TAM, integrantes da ABEAR e responsáveis por 99% do mercado doméstico.

Se para o ano de 2015 fechado as variações de oferta e demanda ainda foram positivas, ainda que da ordem de 1%, observando os 12 meses mais recentes (fev/15 a jan/16) a oferta se mostra estável enquanto a demanda já recua quase 0,5% (na comparação com os 12 meses imediatamente anteriores, fev/14 a jan/15).

Em janeiro a participação do mercado doméstico por empresas ficou assim distribuída:

GOL – 38,62%

TAM – 34,36%

AZUL – 17,28%

AVIANCA – 9,74%

 

  • A informação foi distribuída pela ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica