Avião da Ryanair retido no Porto Santo devido a indisposição dos passageiros

Um avião Boeing 737-800, matrícula EI-EVK, ao serviço da companhia irlandesa de baixo custo Ryanair, divergiu a sua rota para a ilha do Porto Santo, no arquipélago da Madeira, Portugal, na noite desta terça-feira, dia 16 de novembro,  devido a doença súbita de uma passageira que viajava no voo FR7123 de Tenerife/Sul, nas ilhas Canárias, para Dublin, na República da Irlanda. A passageira foi desembarcada e entregue aos cuidados do Centro de Saúde da Ilha do Porto Santo, onde foi assistida.

Entretanto, outros passageiros começaram a queixar-se de dores agudas no peito, pelo que foram desembarcados e também assistidos no Centro de Saúde local. Perante o impasse criado pelos passageiros que estavam a ser avaliados e outros que não estavam dispostos a seguir viagem, o comandante optou por adiar para esta quarta-feira, dia 17 de novembro, a partida para Dublin.

As cerca de duas centenas de passageiros e tripulantes jantaram num hotel da ilha onde também pernoitaram. Fontes médicas disseram que, aparentemente, não há casos de gravidade entre os passageiros queixosos. A ansiedade ou problemas de despressurização provocados pela descida um pouco mais abrupta do que normal, poderá ter afetado essas pessoas.

O avião partiu da ilha do Porto Santo na manhã desta quarta-feira, dia 17, pelas 10h30 locais, para continuar a viagem até à cidade de Dublin, onde aterrou pelas 15h13 locais (mesma hora em Portugal).

 

  • O avião da Ryanair estacionado no aeroporto da ilha do Porto Santo – Foto © Paulo Brito/Movimentos Porto Santo
  • Notícia actualizada às 16h45 de quarta-feira, dia 17 de novembro.  

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica