Azul devolve dois Embraer E190 E1 que estão subalugados à TAP

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A companhia brasileira Azul concluiu uma operação financeira com uma empresa de leasing de aeronaves, mediante a qual devolveu (com mais-valias) dois aviões Embraer E190 E1, que estão presentemente subalugados ao Grupo TAP SGPS e a voar na frota da Portugália Airlines, sob a marca TAP Express.

A Azul não esclareceu se os dois aviões ficam a voar na companhia portuguesa ou se serão retomados pelo lessor. Uma questão que será certamente esclarecida nas próximas semanas.

Em 30 de junho de 2020, a Azul possuía uma frota operacional de 138 aeronaves de passageiros e uma frota contratual de 165 aeronaves de passageiros, com idade média de seis anos, segundo o relatório e contas da companhia do segundo trimestre deste ano. As 27 aeronaves não incluídas na frota operacional consistiam em 15 aeronaves que estavam nessa data subalugadas para a TAP e 12 aeronaves Embraer E-Jets que estavam em processo de saída da frota, nomeadamente para a LOT – Linhas Aéreas Polacas e para a Breeze Aviation, a nova companhia de bandeira norte-americana criada por David Neeleman, fundador e controlador da Azul, e até há poucas semanas sócio da TAP SGPS, através do consórcio ‘Atlantic Gateway’.

A Azul anunciou também neste início de semana que concluiu a negociação com a Breeze Aviation para a venda de 12 E-Jets, que serão entregues nos próximos 18 meses, três dos quais até final de 2020. Até final de 2022, enquanto aguarda pela chegada dos aviões Airbus A220-300 encomendados à fábrica europeia, a nova companhia de Neeleman poderá ter ao seu serviço 28 aviões E-Jets saídos da atual frota da Azul.

A Azul e a LOT assinaram uma carta de intenção para subarrendar 18 aeronaves com pedidos firmes, e até 14 opções adicionais. O negócio não foi cancelado, mas encontra-se numa fase de impasse ou espera face à pandemia de covid-19, aguardando uma clarificação da situação na Polónia e uma melhor avaliação do futuro da atividade de transporte aéreo na Europa. A LOT já adquiriu sete aviões E195 da Azul em anos anteriores.

A companhia brasileira controlada por Neeleman anunciou no ano passado que iria se desfazer da sua frota de 53 aviões Embraer E190 e E195, os denominados E-Jets E1, para substituí-los pela nova geração da Embraer, os E-Jets E2, que apresentam um custo por viagem 14% menor e um custo unitário 26% menor em comparação com os últimos E195, além de estarem configurados com mais 18 assentos.

 

  • A imagem mostra um Embraer E190 E1, ao serviço da TAP Express, a descer no Aeroporto de Londres/City, para onde a empresa portuguesa voou até ao ano passado. Foto © AndrewChristy.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Mais passageiros transportados interilhas em Cabo Verde em março e abril deste ano

Os dois aviões fretados pela TACV, companhia aérea estatal...

Presidente da TAP defende que o Estado Português não deve privatizar totalmente a empresa

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, defendeu que o...