B737-800 da Air India Express sai de pista em Mangalore – Não há feridos

Um avião Boeing 737-800 da companhia Air India Express, matrícula VT-AYA, saiu de pista neste domingo, dia 30 de junho, após aterrar no Aeroporto de Mangalore, na Índia, no final de uma viagem regular (IX384) proveniente do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Segundo as autoridades aeroportuárias, o incidente verificou-se pelas 17h40 locais (12h40 UTC) e nenhuma das 183 pessoas que seguiam a bordo do aparelho ficou ferida. O avião saiu lateralmente da pista, por circunstâncias ainda não apuradas, e ficou atolado numa das margens de segurança da pista na terra, tendo ultrapassado uma vala de drenagem de águas pluviais.

A Direção Geral de Aviação Civil da Índia anunciou que foi constituída uma comissão de inquérito que irá averiguar a ocorrência. A companhia aérea confirmou que todos os passageiros e tripulantes da aeronave saíram ilesos do incidente e abandonaram pelos seus próprios meios o avião, desembarcando através de escadas móveis.

Fontes aeroportuárias disseram que no momento da aterragem o vento de cauda era bastante forte e que chovia torrencialmente.

O Aeroporto de Mangalore fica situado num planalto, no alto de uma montanha, ladeado por diversos vales. A imprensa indiana recordou neste domingo, e a propósito desta ocorrência, o desastre que se verificou em 22 de maio de 2010 em que um Boeing 737-800 saiu por uma das cabeceiras da pista, tendo provocado a morte dos 158 ocupantes. No inquérito a esse acidente e depois de lidas as ‘caixas negras’, as autoridades chegaram à conclusão que o acidente foi provocado pelo facto do comandante estar a dormir, pois ouviam-se os ressonos no cockpit, no momento da mal sucedida aterragem.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica