Caiu CASA C-235 da Força Aérea Colombiana – Morreram os 11 ocupantes

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Morreram 11 militares da Força Aérea Colombiana na queda de um avião de transporte militar EADS CASA C-235, fabricado pela Airbus Military em Espanha.

O acidente verificou-se nesta sexta-feira, dia 31 de Julho, e a queda do avião seguiu-se ao reporte de uma avaria num dos dois motores do aparelho, que começou a arder depois de ter sido atingido por um raio. O C-235 estaria a atravessar uma zona de tempestade com muita chuva e trovoada.

 

Avião da mesma série do que se despenhou e que foi recebido ao mesmo tempo pela Força Aérea Colombiana. Foto: Orlando Suarez/Jetphotos,net

O comunicado da Força Aérea Colombiana que confirma a destruição total do aparelho e lamenta a morte dos seus “onze heróis” refere apenas que o desastre poderá ter sido consequência da avaria no motor.

Os destroços da aeronave mostram algumas zonas queimadas mas o que é mais saliente é que o avião não se despedaçou no ar, tendo-se quebrado depois do impacto no solo.

FA Colombia CASA295 acidente_31jul2015 Colprensa 750px
Imagem dos destroços do avião após o impacto no solo. Créditos: Colprensa/Colômbia

Está aberto um inquérito oficial por parte das autoridades militares que deverão apresentar em breve um relatório preliminar sobre o acidente. Até lá é pura especulação, até porque as notícias registadas em rádios e cadeias televisivas da Colômbia, apresentam versões que não são coincidentes. Uns viram o avião a arder, outros apenas o aparelho em queda livre…

O Presidente da República da Colômbia, Juan Manuel dos Santos, lamentou o acidente que “matou os 11 heróis das forças aéreas colombianas”, acabando a sua declaração a prestar as suas condolências às famílias dos mortos.

O avião, que tem capacidade para transportar até cerca de meia centena de militares, despenhou-se num terreno de agro-pecuária no Município de Codazzi, departamento de Cesar, a cerca de 600 quilómetros a noroeste da cidade de Bogotá, capital da Colômbia. A zona é próxima da fronteira com a Venezuela.

A Força Aérea Colombiana tem uma frota de aviões EADS CASA 235, construídos em Espanha pela Airbus, que foram adquiridos depois de 2012. São aviões novos com poucos anos de serviço nas Forças Armadas da Colômbia, país que tem uma grande atividade de transporte de militares provocada pelos conflitos de guerrilha com a FARC e com grupos dominados pelo narcotráfico.

 

  • Notícia actualizada em 01 de agosto (20h00 UTC), corrigida a designação do modelo de aeronave e desfeita a indevida relação que antes tinha sido feita com a frota da Força Aérea Portuguesa.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Ryanair subiu número de passageiros e de receitas no último ano fiscal

O grupo europeu de companhias aéreas de baixo custo...

Helicóptero com o presidente do Irão caiu no noroeste do País e ainda não foi encontrado

O Governo da República Islâmica do Irão esteve reunido...

Ambientalistas da ‘Zero’ consideram que aumento da capacidade do aeroporto é risco grave para Lisboa

A associação ambientalista ‘Zero’ considera que o aumento da...