Vítimas da queda do Phenom 300 na Inglaterra são familiares de Bin Landen

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Os passageiros que seguiam a bordo do jato executivo Phenom 300, de fabrico brasileiro, que se despenhou na Inglaterra na sexta-feira, dia 31 de Julho, (LINK nossa notícia anterior) são familiares de Osama Bin Landen, o famoso chefe terrorista que ordenou o derrube das torres gémeas em Nova Iorque, no dia 11 de Setembro de 2001.

A notícia foi divulgada pelo canal televisivo britânico BBC News que cita uma nota do Embaixador da Arábia Saudita no Reino Unido, em que o diplomata apresenta condolências à família Bin Landen pela triste ocorrência que resultou na morte dos três familiares.

A notícia foi confirmada por círculos governamentais em Londres e em Jedah. O avião tem registo de matrícula e de propriedade na Arábia Saudita, o que já foi confirmado pela autoridade nacional de aviação civil que se disponibilizou imediatamente para participar nos trabalhos de inquérito e investigação sobre o acidente que será, de acordo com a legislação internacional, liderado pelas autoridades britânicas.

Segundo informações recolhidas pela BBC há testemunhas que viram o avião na sua aproximação final ao aeroporto e que nada notaram de especial no percurso da aeronave. Inclusive um spotter, de nome Geoffry Pierce, residente em Fleet in Hampshire, e que normalmente faz fotos de aeronaves que se dirigem para Blackbushe, disse que já tinha visto aquele avião descer diversas vezes naquele aeroporto e que, mais uma vez, fez uma imagem da aeronave a descer. A foto que reproduzimos nesta peça, foi captada instantes antes da queda no parque de viaturas que estavam à guarda de uma empresa de leilões de automóveis.

Mohammed Bin Landen, pai de Osama, era um homem de negócios nascido no Iémen, que depois se mudou para a Arábia Saudita, liderando diversos empreendimentos na área da construção civil neste país e nos Estados Unidos da América. Teve muitas mulheres, de acordo com a tradição dos árabes, e consta que terá cerca de meia centena de filhos, a maioria a viver nos Estados Unidos da América, e muitos envolvidos nos negócios do progenitor.

Osama que se tornou um dos mais temíveis líderes terroristas mundiais depois da criação do Al Qaida e dos atentados em Nova Iorque em 2001, cortou relações com a restante família desde há muitos anos.

A família Bin Landen continua a ser muito bem considerada na corte da Arábia Saudita, como, aliás, é bem demonstrativo o comunicado do Embaixador em Londres, Príncipe Mohammed bin Nawaf Al Saud, o qual está hoje em destaque na imprensa internacional. As empresas de Mohammed Bin Landen construíram os primeiros arranha-céus da capital saudita.

Quanto ao acidente aéreo ainda não há qualquer comunicação oficial sobre as eventuais causas. Será uma investigação difícil, devido à ausência de destroços que permitam análises ao equipamento e instrumentos de bordo, disse uma fonte aeroportuária britânica que confirmou que o avião explodiu no impacto com o solo, a poucas dezenas de metros da cabeceira da pista do aeroporto onde deveria pousar. Ficou envolvido por uma bola de fogo que tudo consumiu.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Maioria parlamentar chumba comissão de inquérito à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal

Os partidos PSD, CDS e PS manifestaram-se nesta terça-feira,...

Bestfly decide suspender toda a operação da TICV na República de Cabo Verde

 A companhia Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) foi...

Base Aérea das Lajes não pode ser “uma base adormecida”, alerta governante dos Açores

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima,...