Chiara Manfletti é a primeira presidente da Agência Espacial Portuguesa

A engenheira e investigadora italo-germânica Chiara Manfletti foi nomeada a primeira presidente da Agência Espacial Portuguesa (‘Portugal Space’), que terá como vice-presidente o português Luís Santos, anunciou na tarde desta sexta-feira, dia 22 de março, o governo em Lisboa.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, participou no final da primeira Assembleia-Geral da Agência que decorreu em Lisboa e abordou com os fundadores do organismo os termos dos acordos feitos com a Agência Espacial Europeia (ESA) para que a Agência Espacial Portuguesa venha a desempenhar funções de ‘ESA hub’ em termos de uma “dupla tutela” entre Portugal e a ESA.

A Fundação para a Ciência e Tecnologia, a Agência Nacional de Inovação, a Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional (DGRDN) e a Região Autónoma dos Açores, através da Associação RAEGE Açores – Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas e Espaciais, são os quatro fundadores da Agência Espacial Portuguesa.

A agência nacional ‘Portugal Space’ é responsável por promover e executar a estratégia Portugal Espaço 2030 e articular a gestão dos vários programas nacionais ligados ao Espaço, fomentando o investimento, a criação de emprego qualificado e a prestação de serviços ligados a ciências e tecnologias do Espaço em estreita articulação com a Agência Espacial Europeia e com o processo de desenvolvimento do Centro Internacional de Investigação do Atlântico (AIR Centre).

Tem também o objetivo de impulsionar o panorama espacial europeu através da cooperação internacional, nomeadamente ao nível da ESA e de outras agências espaciais europeias. Tem ainda a responsabilidade de implementação e promoção do programa ‘AZORES International Satellite launch Programme’, em parceria com a ESA.

A ‘Portugal Space’ com sede instalada na ilha de Santa Maria, no arquipélago dos Açores, e instalações em Lisboa, no Palácio das Laranjeiras, tem por objetivo estimular o setor do Espaço em Portugal, criando condições para o desenvolvimento da capacidade e de competências nacionais no domínio da indústria espacial, nomeadamente das novas indústrias do Espaço (“New Space Industries”), mas também da investigação científica, inovação, educação e cultura científica, no que ao Espaço diz respeito.

A constituição da Agência Espacial Portuguesa foi oficializada a 17 de março com a realização da escritura na cidade de Ponta Delgada, ilha de São Miguel (Açores).

“A Agência Espacial Portuguesa será um promotor de novos negócios para que o espaço seja uma forma de criar mais emprego e valor económico, baseado nas novas tendências das tecnologias espaciais”, afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, na altura.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica