Bem-vindo, !|Sair

Companhia suíça abre falência e deixa 11 000 passageiros em terra

A Unicâmbio dá milhas 1€=1Milha


A companhia aérea suíça Sky Work Airlines, com base no aeroporto de Berna, anunciou na quarta-feira, dia 29 de agosto, que não tiveram sucesso as negociações com um potencial investidor para salvar a empresa aérea da falência.

Num comunicado publicado no seu sítio na Internet e nas redes sociais, a companhia lamenta o incómodo que irá causar aos seus passageiros e aos funcionários, mas assegura que tudo fez para que pudesse sobreviver a uma grave crise financeira que não conseguiu reverter. Agradeceu a colaboração de todos quantos trabalhavam na empresa e anunciou que irá devolver às autoridades aeronáuticas federais o seu certificado de operador aéreo (COA).

Os passageiros, trabalhadores e credores serão informados dos seus direitos pelas vias legais, e seguindo a legislação vigente para ambos os casos, face às circunstâncias em que se verifica o encerramento da companhia aérea.

Notícias divulgadas na imprensa suíça, na manhã desta quinta-feira, dia 30 de agosto, a empresa trabalhava com uma frota de seis aviões Saab 2000 e um ATR72-200, este alugado à companhia dinamarquesa Danish Air Transport. Todos os aviões da Sky Work Airlines saíram durante a noite do Aeroporto de Berna, presumindo-se que tenham sido entregues às empresas de leasing.

Fundada há sete anos, a Sky Work Airlines intitulava-se a única companhia aérea com alma totalmente suíça, sendo controlada por acionistas naturais do Confederação Suíça. Não resistiu às novas tendências do transporte aéreo entre cidades europeias, onde tinha o seu segmento de mercado, com 19 destinos na Europa. Deixou 11 000 passageiros com viagens marcadas, muitos fora da Suíça, que serão repatriados com o apoio das entidades reguladoras. Cerca de uma centena de funcionários perderam o emprego.

No ano passado a companhia já tinha passado por um período conturbado, sendo mais tarde autorizada a retomar os voos de forma temporária. Foi-lha dado um tempo para apresentar um plano de recuperação financeira.

Também em 2017 uma outra companhia suíça, a Darwin Airline, que voava com a marca Adria Airways Switzerland, com base no aeroporto de Lugano, entrou em bancarrota e encerrou. Curiosamente uma das rotas mais concorridas desta empresa, de Lugano para Genebra, tinha sido assumida pela Sky Work Airlines.




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica