Companhias aéreas afegãs retomaram os voos domésticos em Cabul

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Foram restabelecidos no passado sábado, dia 4 de setembro, os voos comerciais nas linhas domésticas entre cidades do Afeganistão.

As companhias nacionais Ariana Afghan Airlines e a sua subsidiária Bakhtar Afghan Airlines, anunciaram a retoma do serviço, tendo o primeiro avião, um Boeing 737-500 da Bakhtar, descolado na manhã de sábado de Cabul com destino a Mazar-i-Sharif, no norte do país. Mais tarde foram retomados voos para as cidades de Herat e de Kandahar, confirmou a Ariana numa publicação na sua conta de Facebook.

Facto curioso, assinale-se, é que o avião que retomou as viagens, depois de um interregno de mais de duas semanas, devido à situação de caos que se viveu no Aeroporto Internacional de Cabul, esteve antes ao serviço da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique durante seis anos, entre outubro de 2012 e outubro de 2018. Foi entregue à Ariana Afghan em fevereiro de 2019. Este avião completa 23 anos de serviço em dezembro deste ano, tendo feito o seu primeiro voo comercial na frota da Air France.

Os governos do Qatar e da Turquia prontificaram-se a deslocar equipas técnicas para o Afeganistão, para ajudar os talibãs na reconstrução dos serviços de aeroportos e de controlo aéreo, que ficaram inoperacionais, após a saída das forças norte-americanas e países aliados do país, no passado dia 30 de agosto.

Uma das maiores preocupações das Nações Unidas e dos países vizinhos é criar vias seguras para que possam ser assegurados os corredores de circulação aérea, retomados os voos comerciais e todos os outros voos, nomeadamente os de assistência humanitária, pois estima-se que cerca de metade da população afegã está a precisar de ajuda exterior.

Numa primeira fase estão equipas técnicas do Qatar no Afeganistão desde a semana passada, que garantem desde este sábado a operacionalidade do Aeroporto Internacional de Cabul, controlado pelos talibãs, após a saída dos EUA. Serão necessários técnicos especializados e há agências do Médio Oriente que já estão a procurar profissionais interessados em trabalhar no Afeganistão

Os talibãs por seu lado, manifestaram-se interessados no regresso da ordem e segurança aos aeroportos, sobretudo numa operação segura em Cabul e noutros aeroportos do país, tendo confirmado que foi solicitada ajuda a países amigos: ao Qatar e à Turquia. Na semana que agora se inicia é possível que regressem ao Afeganistão algumas companhias do Médio Oriente e do vizinho Paquistão, que já começou a enviar ajuda alimentar em voos especiais da PIA – Pakistan International Airlines, que têm aterrado no norte do Afeganistão desde a última quinta-feira, dia 2 de setembro.

Entretanto em Cabul, diplomatas do Qatar disseram que os talibãs estão ser sensibilizados para abrir um corredor de segurança para evacuação dos estrangeiros que ainda se encontram no Afeganistão e outros que queiram sair do país. O Qatar acolhe a principal base militar dos Estados Unidos no Golfo Pérsico, a base aérea de Al-Udeid, na qual fizeram escala muitos dos voos de evacuação de Cabul nas últimas duas semanas.

Os talibãs conquistaram Cabul a 15 de agosto, concluindo uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO que se encontravam no país desde 2001.

 

  • Foto de abertura © Agência da notícias Anadolu/Turquia

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Greve dos tripulantes da TACV/Cabo Verde Airlines afetará apenas os voos internacionais

A TACV Cabo Verde Airlines informou nesta quarta-feira, dia...

Contrato com a Binter para as ligações interilhas na Madeira prorrogado até setembro

A companhia aérea espanhola Binter vai assegurar por mais...

EuroAtlantic anuncia mudanças na equipa de gestão e nova injeção de capital do acionista

A companhia aérea portuguesa ‘Euro Atlantic Airways – Transportes...