Bem-vindo, !|Sair

Companhias brasileiras reduzem voos em até 18% no Inverno

A partir do próximo mês de maio, as principais companhias aéreas brasileiras – TAM, GOL e Azul – vão reduzir a sua capacidade de transporte de passageiros em até 18 por cento, noticia nesta segunda-feira, dia 25 de abril, o jornal ‘O Povo’ que se publica na cidade de Fortaleza, no Estado do Ceará.

A medida faz parte do plano de negócios das empresas para recuperar receitas que foram reduzidas por conta da crise económica, justifica o jornal, e resume a sequência de notícias que têm sido divulgadas nas últimas semanas sobre o ambiente de recessão económica no País que, naturalmente, tem atingido também as empresas de transporte aéreo. O número de passageiros tem diminuído ultimamente, principalmente o de negócios, que pagam tarifas mais caras. Além disso, a oscilação do câmbio afeta os custos operacionais da aviação.

 

Assim, a partir do dia 1 de maio, a GOL cortará 180 voos diários, incluindo redução de frequências e suspensão de rotas. A empresa vai deixar de voar para quatro destinos domésticos: Imperatriz, Altamira, Ribeirão Preto e Bauru; e quatro internacionais: Miami, Orlando, Aruba e Caracas; além de adiar por tempo indeterminado o início do voo para Havana, na República de Cuba. O número representa uma redução de 18% da oferta da empresa.

A Azul, a partir do dia 17 de maio, inicia a sua malha de inverno, com ajustes nas ligações para 20 cidades e corte nos voos para Cascavel e Pelotas. A empresa paralisou, ainda neste mês de abril, as operações para Pampula/Belo Horizonte (Minas Gerais) e na cidade do Rio Branco (Acre). Até ao final deste ano, os cortes atingirão 7% da oferta doméstica, com menos 63 voos por dia.

A TAM, por seu lado, a partir de 22 de maio, diminuirá as frequências semanais entre Rio de Janeiro/Galeão e Miami. Cortará até 10% na oferta doméstica, com menos 70 voos por dia até o fim do ano.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica