Conviasa compra B747-300 a companhia iraniana para transporte de carga

Foi visto neste fim-de-semana no Aeroporto de Mehrabad, em Teerão, capital da República Islâmica do Irão, já com pintura apropriada, um Boeing 747-300, que integrava até há pouco tempo a frota da companhia iraniana Mahan Air, que irá integrar a nova companhia EMTRASUR Cargo, uma subsidiária da Conviasa para o segmento de transporte de carga criada no passado mês de novembro de 2021.

Segundo o portal latino-americano de notícias de aviação ‘Aviacionline’, que cita dados obtidos no site suíço ‘ch-aviation’, o aparelho que agora irá entrar ao serviço da companhia venezuelana já tem 36 anos de serviço, mais de 84.000 horas de voo e mais de 14.000 ciclos. Foi primeiramente entregue à UTA, em janeiro de 1986, tendo operado até ao encerramento daquela companhia francesa, em 1992, ano em que passou para a Air France. Retirado de serviço em 2007 foi vendido à Mahan Air, do Irão.

O avião já ostenta o registo nacional venezuelano YV3531 e foi batizado com o nome ‘Luisa Cáceres de Arismendi’. Fotos © Mohammad Reza Mousapor

Segundo refere o ‘aviacionline’ a aeronave ficará baseado no Aeroporto Internacional ‘General en Jefe José Félix Ribas’, na cidade de Maracay, Estado de Arágua, que acaba de passar por diversos melhoramentos e que, segundo anunciou há poucas semanas o Governo Bolivariano da Venezuela e a Conviasa, será o novo hub de carga aérea do País. Está situado a cerca de 130 quilómetros de Caracas e serve uma zona bastante industrializada.

O portal de notícias latino-americano diz que a Conviasa segue a tendência atual de muitos operadores aéreos a nível mundial de ter ao seu serviço aviões exclusivos para o transporte de carga, nomeadamente neste tempo de pandemia.

 

 

 

Crédito foto: Mohammad Reza

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica