EasyJet é candidata aos 18 slots que a TAP dispensará no Aeroporto de Lisboa

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

16A EasyJet vai avançar com uma proposta ao concurso dos 18 slots diários da TAP, anunciou nesta terça-feira, dia 15 de março, o ‘Jornal de Negócios’ que se publica em Lisboa. Depois de conhecidos todos os critérios e exigências de Bruxelas para o acesso ao concurso, José Lopes, diretor-geral da EasyJet em Portugal, diz ao ‘Negócios’ que a companhia low cost britânica vai submeter a proposta frisando que “é candidata” às faixas horárias.

Caso consiga os slots, José Lopes disse que a companhia irá basear em Lisboa “mais três aviões” e “criar pelo menos mais cerca de 100 empregos diretos”. No total, a companhia tem agora cinco aeronaves baseadas em Lisboa e outras seis não baseadas.

O futuro dos 18 slots diários da TAP – 5% dos 300 da companhia portuguesa – será decidido pela Comissão Europeia a 13 de junho. É esta a data indicativa que foi publicada pela ‘Alcis Advisers’, a consultora alemã que vai gerir e monitorizar o plano de reestruturação, incluindo a transferência das faixas horárias de descolagem e aterragem (LINK notícia relacionada).

Antes do concurso, as companhias têm até 24 de março para manifestar interesse pelos slots e para fazerem chegar à ‘Alcis Advisers’ toda a documentação que comprova que cumprem os critérios exigidos por Bruxelas.

Caso as companhias cumpram com os critérios exigidos, as propostas formais serão submetidas a 12 de maio. Nesta altura, as companhias aéreas devem indicar quais os 18 slots a que querem concorrer e incluir um plano de negócios detalhado.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Maioria parlamentar chumba comissão de inquérito à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal

Os partidos PSD, CDS e PS manifestaram-se nesta terça-feira,...

Bestfly decide suspender toda a operação da TICV na República de Cabo Verde

 A companhia Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV) foi...

Base Aérea das Lajes não pode ser “uma base adormecida”, alerta governante dos Açores

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima,...