EasyJet transfere operação para o Terminal 1 no Aeroporto de Lisboa

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A companhia aérea europeia de baixo custo EasyJet vai deslocar a sua operação no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, para o Terminal 1, a partir de 30 de outubro, depois de ter ficado com 18 novos slots diários na infraestrutura aeroportuária da capital portuguesa (LINK notícia relacionada).

“A partir de dia 30 de outubro, a EasyJet deslocará a sua operação para o Terminal 1 do Aeroporto de Lisboa, reforçando o seu papel enquanto companhia aérea número 2 na capital portuguesa”, destaca a companhia, em comunicado, referindo que a “decisão, solicitada pela ANA – Aeroportos de Portugal, oferece a todos os passageiros um maior conforto e torna a experiência de viagem mais fácil e melhor”.

Nessa mesma data a EasyJet “começará também a operar para os novos destinos revelados na sequência da atribuição dos 18 slots diários no aeroporto de Lisboa, como Barcelona, Toulouse, Zurique e Milão Bérgamo”.

“O reforço da posição da EasyJet no aeroporto de Lisboa com a passagem para o Terminal 1, assim como o alargamento crescente da sua rede, marcam o início daquela que será a temporada de inverno mais movimentada da história da companhia em Portugal, com 4,8 milhões de lugares disponíveis, um aumento de 51% em relação ao período pré-pandémico”, garantiu a empresa.

“Esta oportunidade, aliada à nossa recente expansão de operações na capital portuguesa, proporciona uma melhor experiência de viagem, sobretudo para os passageiros que viajam em trabalho e que, por isso, se deslocam com uma maior frequência entre as cidades europeias”, afirma José Lopes, diretor-geral da EasyJet em Portugal, citado no comunicado de imprensa distribuído pela empresa em Lisboa.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Mais passageiros transportados interilhas em Cabo Verde em março e abril deste ano

Os dois aviões fretados pela TACV, companhia aérea estatal...

Presidente da TAP defende que o Estado Português não deve privatizar totalmente a empresa

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, defendeu que o...