Embraer reduz prejuízo no primeiro trimestre deste ano – Carteira de encomendas continua a subir

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A construtora aeronáutica brasileira Embraer reduziu as perdas em mais de 80% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao resultado no período homólogo de 2023, reportando prejuízos 63,5 milhões de reais (11,6 milhões de euros), anunciou a empresa nesta terça-feira, dia 7 de maio.

No primeiro trimestre de 2023 a fabricante de aeronaves tinha apresentado um prejuízo de 460,5 milhões de reais (84,3 milhões de euros).

Segundo o balanço agora divulgado, a empresa brasileira entregou 25 aeronaves entre janeiro e março, dos quais 18 executivos (11 leves e sete médios) e sete comerciais, dados que indicam um aumento de 67% face as 15 aeronaves entregues no primeiro trimestre do ano anterior.

A carteira total de pedidos da Embraer atingiu 21,1 mil milhões de dólares (19,6 mil milhões de euros) no primeiro bimestre, valor mais alto dos últimos sete anos.

O resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA, na sigla em inglês) ajustado totalizou 233,7 milhões de reais (42,7 milhões de euros) no primeiro trimestre, resultado que indica um crescimento de 333,6% face ao mesmo período do ano anterior (53,9 milhões de reais ou 9,8 milhões de euros).

O balanço da empresa aponta que as receitas totalizaram 4,5 mil milhões de reais (824 milhões de euros) no trimestre, ou seja, um aumento de 19% face a igual período do ano anterior.

As receitas da aviação executiva destacaram-se com um crescimento de 2,6 vezes ano sobre ano – a maior receita e número de entregas do primeiro trimestre dos últimos oito anos. 

Já a dívida da empresa totalizou no primeiro trimestre do ano 5,2 mil milhões de reais (952 milhões de euros).

A Embraer, individualmente, investiu um total de 437,4 milhões de reais (80 milhões de euros) no primeiro trimestre pouco mais do que os 423,2 milhões de reais (77,4 milhões de euros) investidos no mesmo período do ano passado, impulsionada pelo crescimento em serviços de treino (simuladores), manutenção e aviação executiva.

Para este ano, a empresa reforçou que deverá entregar entre 72 e 80 aeronaves da aviação comercial. Já as entregas de aeronaves da aviação executiva devem ficar entre 125 e 135.

A Embraer projeta receitas entre 6,0 milhões de dólares (5,5 mil milhões de euros) e 6,4 mil milhões de dólares (5,9 mil milhões de euros), com margem EBIT ajustada entre 6,5% e 7,5% e fluxo de caixa livre ajustado de 220 milhões de dólares (204,3 milhões de euros) ou maior para o ano. 

A Embraer é fabricante e líder mundial de aeronaves comerciais com até 150 lugares e tem mais de 100 clientes em todo o mundo.

A empresa brasileira mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

Em Portugal, a Embraer mantém-se acionista da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, com 65% do capital, em Alverca do Ribatejo.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo Português envia avião da TAP com ajuda humanitária para o Rio Grande do Sul

O Governo português vai enviar, na próxima terça-feira, dia...

GOL e AZUL anunciam acordo de ‘codeshare’ que vigorará a partir do final de junho

As companhias aéreas brasileiras GOL e Azul anunciam nesta...

SATA Air Açores transportou doentes do Hospital de Ponta Delgada que estavam na Madeira

A SATA Air Açores realizou nesta quarta-feira, dia 22...