Bem-vindo, !|Sair

Ethiopian realiza primeiro voo totalmente feminino para a Nigéria


 

A Ethiopian Airlines anunciou nesta semana que vai realizar, no próximo dia 16 de dezembro, o primeiro voo comercial totalmente operado por mulheres (pilotos, assistentes de bordo e operadoras de rampa) com destino à Nigéria, um país onde existe uma grande marginalização das mulheres em setores profissionais. Esta será também a primeira vez que a companhia etíope voará entre cidades africanas com uma tripulação constituída unicamente por mulheres.

A piloto Amsale Gualu (na imagem de abertura) será a comandante do voo. Falando a um jornal etíope acerca deste novo marco na vida das profissionais de aviação do seu país, a comandante Amsale disse que este voo (em feminino) mostra como as mulheres no seu País podem ter oportunidades iguais às dos homens, em diversas áreas de serviços e de exigente desempenho profissional. Neste caso particular na aviação comercial, setor onde estão muito bem acarinhadas.

O avião que fará a ligação entre Adis Abeba e Lagos, prevista para sábado, dia 16 de dezembro, será um avião Boeing 777 e terá como co-piloto a primeira-oficial Tigist Kibrest. A comandante Amsale Gualu foi a primeira mulher-piloto da companhia e, por isso, também a primeira a comandar um Bombardier Q400 da companhia em 2010.

A Ethiopian Airlines ainda tem poucas mulheres nos cockpits dos seus aviões. Contudo, desde há algum tempo que os responsáveis pela companhia aérea, uma das mais antigas de África e hoje considerada uma das melhores do continente, estão apostados em cativar mais mulheres para as suas tripulações técnicas. A nível global da empresa aérea, cerca de um terço dos seus colaboradores são do sexo feminino.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica