Bem-vindo, !|Sair

Governo Português relança privatização da TAP – pelo menos “três interessados”

O relançamento da privatização da companhia aérea TAP Portugal é “um cenário que deve estar em cima da mesa nomeadamente nas próximas semanas”, defendeu hoje o ministro da Economia português, Pires de Lima, depois de anunciar que o Governo teve no último mês “mais de três manifestações de interesse” na companhia aérea e “mais sólidas, mais robustas” que no anterior processo.

Em entrevista à RTP, em Lisboa, depois de comunicar ao entrevistador ter “uma notícia importante que lhe queria dar”, Pires de Lima optou por um estilo pregão de feira para anunciar: “no último mês tivemos não uma, nem duas, nem três, mas mais de três manifestações de interesse na privatização parcial ou total da TAP”.

Consequência: “deve fazer o Governo ponderar sobre a oportunidade de avançarmos para este processo”, prosseguiu Pires de Lima, que embora não se tenha pronunciado a favor de avançar já com a privatização da TAP, deixou claro que para haver privatização, total ou parcial, terá que ser até ao fim deste ano.

“Se o relançamento da privatização da TAP não for feito nas próximas semanas, e a operação não for concretizada nos próximos meses, eu admito que talvez já não seja muito curial lançar a privatização durante o ano de 2015, que é um ano de eleições”, afirmou o ministro.

Pires de Lima, porém, não se comprometeu com qualquer opção, embora se possa deduzir que tende para se avançar rapidamente com a privatização.

“Admito uma privatização, que tanto pode ser uma privatização parcial como total, como admito a possibilidade de decidirmos não avançar para a privatização, apesar de eu hoje sentir que há mais interessados, manifestações de interesse mais sólidas, mais robustas e que, portanto, este é um cenário que deve estar em cima da mesa, nomeadamente nas próximas semanas”, afirmou o ministro, que antes realçara que “a TAP melhorou os seus resultados substancialmente nestes últimos dois anos”.

A entrevista do ministro ocorreu algumas horas depois de se reunir com a Administração da TAP para análise dos problemas operacionais que a companhia aérea de bandeira portuguesa viveu nos primeiros meses de Verão e menos de 24 horas depois de o seu secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, num encontro com jornalistas, ter dito que afinal o que havia em relação à TAP eram “contactos informais como houve noutros processos” e que “não quer dizer que essas manifestações de interesse se materializem em propostas”.

Estas declarações de Sérgio Monteiro foram proferidas, por sua vez, depois de na passada sexta-feira, também em resposta a questões colocadas pelos jornalistas, o ministro Pires de Lima já ter anunciado haver “manifestações de interesse, várias, boas” em relação à privatização da TAP.

 

  • Fonte: Portal de notícias de turismo e viagens PressTUR, parceiro editorial do NewsAvia em Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica