Governo romeno bloqueia Blue Air por não ter pago uma multa – 14 aviões em terra

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Blue Air, companhia romena de baixo custo, suspendeu todos os seus voos nesta terça-feira, dia 6 de setembro, por decisão do Ministério do Ambiente da Roménia que tutela as questões relacionadas com a defesa do consumidor.

Segundo uma informação da companhia, as suas contas foram todas congeladas pelo Governo, por não ter pago uma multa de quase dois milhões de euros por voos cancelados.  Está assim impedida de cumprir pagamentos para fornecedores.

A Blue Air refere que a suspensão dos voos será temporária e que espera retomar as suas operações no próximo dia 12 de setembro. Contudo, analistas bem posicionados no mercado da aviação comercial da Roménia são mais pessimistas e dizem estar perante um cenário de bancarrota, já que a companhia soma uma grande dívida, agravada pelo fato de não ter pago a multa, que lhe foi aplicada pelo facto de ter cancelado 11.000 voos durante um ano e não ter reembolsado os passageiros na altura devida, precisamente por dificuldades financeiras.

A transportadora aérea romena de baixo custo suspendeu esta tarde as operações nos seus quatro hubs – Bucareste Otopeni (OTP), Bacau (BCM), Cluj Napoca (CLJ), e Iasi (IAS). Pelas 18h00 locais (hora da Roménia) todos os aviões tinham aterrado em solo romeno.

“Devido a uma situação imprevista que consiste na apreensão de todas as contas da companhia Blue Air pelo Ministério do Ambiente por não pagamento de uma multa, a companhia aérea BlueAir Aviation é forçada a suspender todos os voos programados para partir da Roménia, por ser incapaz de pagar qualquer fornecedor,”, afirma a Blue Air no seu comunicado.

Em meados de julho passado, a Autoridade Nacional para a Protecção do Consumidor (ANPC) emitiu à Blue Air uma multa de $1,97 milhões (2 milhões de euros) por cancelar mais de 11.000 voos de passageiros entre 30 de Abril de 2021, e 30 de Abril de 2022.

A Blue Air foi então obrigada a devolver o dinheiro aos clientes num prazo máximo de 10 dias. No entanto, os gestores da empresa discordaram da multa e acusaram a ANPC de incompetência, argumentando que levariam o litígio para tribunal.

A companhia romena voa regularmente para Portugal. Em março de 2008 abriu a rota Bucareste-Lisboa, que se mantém. Entre 2017 e 2019 teve uma rota entre Roma (Itália) e a capital portuguesa.

Presentemente, além de Lisboa os aviões da companhia romena também escalam os aeroportos Francisco Sá Carneiro, na cidade do Porto, e Cristiano Ronaldo, na ilha da Madeira, para onde a Blue Air tinha aberto um voo semanal no passado dia 16 de abril, que se manteria até final do Verão (LINK notícia relacionada).

Segundo a plataforma ‘Airfleets’ a Blue Air trabalha com uma frota de 14 aviões Boeing 737.

 

  • A imagem de abertura foi obtida no Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo, em 16 de abril, dia em que foi inaugurada a rota Bucareste-Madeira, com um avião Boeing 737 MAX 8. Foto © Rui Sousa.

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Sevenair Academy vai treinar pilotos cadetes nórdicos nas suas instalações em Ponte de Sor

A Sevenair Academy, escola portuguesa de pilotos e técnicos...

Governo de Angola contrata empresa britânica para elaborar o Plano Diretor da nova ‘Aerotropolis de Luanda’

A empresa britânica ‘Foster + Partners’ foi contratada pelo...

GOL apresenta “o mió da roça” em avião temático do Chico Bento 

Inspirada no personagem Chico Bento, a GOL Linhas Aéreas...

Centro Digital de Aviação em Portugal acelera a transformação digital e a inovação na TAP

‘Tata Consultancy Services’ estabelece um centro de excelência em...