Bem-vindo, !|Sair

Grupo Emirates anuncia aumento de 65% nos lucros do semestre

O Grupo Emirates registou receitas de 12.600 milhões de dólares (11.700 milhões de euros) nos primeiros seis meses do ano fiscal 2015-2016, menos 2,3% quando comparadas com os 12.900 milhões de dólares (11.978 milhões de euros) no mesmo período no ano passado, em consequência do impacte de um dólar mais forte nas outras moedas fortes. Trata-se, no entanto, de uma das melhores performances em meio ano do Grupo Emirates, com um lucro líquido de 1000 milhões de dólares (928,5 milhões de euros), mais 65% relativamente ao ano passado.

“Os nossos resultados foram fortemente afetados pelo fortalecimento do dólar contra outras moedas fortes. A situação nos câmbios, conjugada com conflitos regionais e fracas perspetivas económicas em muitas partes do mundo, atenuadas pelo impacte da baixa dos preços do combustível na primeira parte do ano fiscal 2015-16. No entanto, tomámos a decisão calculada de não fazer o hedging das nossas compras de combustível, o que foi proveitoso, dado que os preços continuaram a descer. A Emirates também tomou a decisão de repassar as poupanças do preço baixo dos combustíveis para os nossos passageiros ao cortar a sobretaxa de combustível e ao baixar o preço das passagens aéreas em toda a rede”, explicou o Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e CEO do Grupo e da companhia aérea Emirates (nossa imagem).

“O facto de o Grupo ter registado uma das mais rentáveis performances semestrais, diz muito da força do nosso negócio. Nos primeiros meses do ano, a Emirates e a Dnata cresceram em termos de capacidade, possibilidades e alcance global. Olhando em frente, vamos continuar a crescer sobre as nossas forças core, investindo em novas formas para promover eficiências e fornecer os melhores serviços ao cliente. Simultaneamente, estaremos atentos às oportunidades estratégicas de crescimento e continuaremos ágeis para responder de uma forma efectiva às mudanças externas”, acrescentou. Nos últimos seis meses, o Grupo continuou a desenvolver e a expandir a sua base de emprego, que aumentou em 4% para mais de 87.000 pessoas, face a 31 de Março de 2015.

Nos primeiros seis meses do ano fiscal, a Emirates recebeu 13 aviões widebodies – oito A380 e cinco Boeing 777 – e retirou quatro aviões mais antigos, de que resultou um aumento líquido de nove aviões na sua frota, com mais 16 aviões previstos para serem entregues antes do fim do ano fiscal (31 de Março de 2015). A Emirates também expandiu a sua rede ao lançar serviços para quatro destinos – Bali, Multan, Orlando e Mashhad. À data de 30 de Setembro, a rede global da Emirates estende-se para 147 destinos, em 79 países. Bolonha foi iniciado no dia 3 de Novembro e a Cidade do Panamá será lançada no dia 1 de Fevereiro de 2016.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica