Grupo HNA, dono da Hainan Airlines, declara falência

Notícias chegadas na manhã desta sexta-feira, dia 29 de janeiro, ao Ocidente através de agências internacionais, indicam que o Grupo HNA, um dos maiores conglomerados económicos chineses, com grandes interesses e propriedades no sectores dos transportes, aeroportos e turismo – hotelaria e viagens –, declarou oficialmente falência.

Entre as empresas subsidiárias contam-se algumas companhias aéreas, tendo maior relevo a Hainan Airlines, que tem atualmente 238 aviões na sua frota e 75 encomendados. A companhia Beijing Capital Airlines, que voa regularmente entre a China e Portugal, é uma companhia associada do Grupo HNA.

O Grupo HNA foi sócio da TAP SGPS (dona das companhias aéreas TAP Air Portugal e Portugália Airlines, entre outras empresas), após a privatização e durante a gestão do consórcio ‘Atlantic Gateway’ liderado por David Neeleman (2016-2020); esteve associado na extinta companhia francesa ‘Aigle Azur’, da qual Neeleman também foi sócio; e deteve, desde novembro de 2015 e até abril de 2018, 23,7% do capital da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, companhia fundada em 2008 por David Neeleman, que ainda a controla, e que se destaca como uma das mais importantes empresas de transporte aéreo da América do Sul.

 

  • Notícia em desenvolvimento – Atualizada às 10h00 UTC de sábado, dia 30 de janeiro de 2021

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica