Bem-vindo, !|Sair

Gulfstream G500 ultrapassa as 100 horas de voo


O Gulfstream G500 concluiu diversos voos de teste ultrapassando, inclusive, as 100 horas de voo, revelou a Gulfstream Aerospace Corp. Esta meta surge apenas 12 meses depois de a Gulfstream ter anunciado os programas dos novos aviões G500 e G600, no dia 14 de Outubro de 2014, numa cerimónia realizada na sede da empresa, em Savannah. Até ao passado dia 13 de Outubro, o avião de testes G500 completou com sucesso mais de 45 missões, a mais longa das quais com uma duração de 5 horas e 22 minutos. Nos cinco meses após o primeiro voo, o G500 já alcançou uma altitude de 38.500 pés (11.735 metros) e uma velocidade máxima de Mach 0.80. “Estou entusiasmado por ver a performance deste avião”, afirmou Dan Nale, vice-presidente sénior dos programas de engenharia e teste da Gulfstream. “Este avião tem voado exactamente como esperado, o que destaca o nosso compromisso com a qualidade e a nossa atenção ao detalhe. Também reflecte os investimentos que temos feito nos laboratórios para apoiar o programa de voos de teste. A equipa voo recentemente três missões num mesmo dia, com reabastecimento a quente entre os voos, para um total de voo de 7 horas. Os nossos pilotos disseram que as qualidades de manobrabilidade do avião são excepcionais”, acrescentou.

O programa de testes de voo e certificação do G500 envolve quatro aviões de teste. Cada um é usado para uma série específica de testes: o primeiro avião (T1) está focado na performance de voo e controlos de voo; o segundo (T2) na validação das cargas de voo; o terceiro (T3) nos aviónicos; e o quarto (T4) nos factores humanos e sistemas de suportes. O programa também inclui um avião completamente equipado no seu interior para validar a funcionalidade e compatibilidade dos vários sistemas da cabina quando usados em altitude. A Gulfstream já completou os testes iniciais das qualidades de manobrabilidade do avião, assim como os testes de alta velocidade e ao sistema de recuperação de perda em altitude. A companhia está a meio dos testes de vibrações e expansão do envelope de voo no T1 e a preparar o T2 e o T3 para o voo, com o início dos testes em terra e de carga do T2 e os testes de aviónicos no T3.

Em conjunto, os programas do G500 e do G600 já completaram mais de 39.000 horas em testes de laboratório. A Gulfstream vai antecipar a certificação do G500 em 2017, com entrada ao serviço prevista para 2018. A certificação do G600 está planeada para 2018, com entrada ao serviço em 2019. O G500 pode voar 5000 milhas náuticas (9260 km) a Mach 0.85 ou 3800 milhas náuticas (7038 km) a Mach 0.90, enquanto o G600 pode transportar passageiros a 6200 milhas náuticas (11.482 km) a Mach 0.85 e 4800 milhas náuticas (8890 km) a Mach 0.90. A velocidade máxima destes aviões é de Mach 0.925, a mesma dos Gulfstream G650 e G650ER.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica