Helicóptero Mi-8 cai com 16 pessoas na Rússia – Há oito sobreviventes

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um helicóptero Mi-8 com turistas caiu no Lago Kuril, na Reserva Natural de Kronotsky, no território da Península da Kamchatka no Extremo Oriente da Rússia, no início da manhã desta quinta-feira, dia 12 de agosto, confirmaram os serviços de emergência. No local do acidente a diferença é de mais sete horas em relação ao horário UTC.

A bordo seguiam 16 pessoas, 13 turistas e três tripulantes. Oito ocupantes foram recolhidos com vida. “Os destroços do helicóptero estão localizados a cerca de 800 metros da costa e a uma profundidade superior a 130 metros. Os mergulhadores do Ministério de Emergência não podem lá chegar”, disse o governador da região, Vladimir Solodov, citado pela agência noticiosa russa ‘Interfax’.

O governo russo nomeou uma comissão de inquérito e abriu um processo penal sobre a alegada violação dos requisitos de segurança durante o funcionamento do transporte aéreo.

A agência noticiosa ‘Interfax’ anunciou que foi descoberta uma falha técnica durante o voo e a tripulação tentou fazer uma aterragem de emergência em nevoeiro denso, mas cometeu um erro e o helicóptero caiu no lago.

O helicóptero acidentado pertence à empresa Vityaz-Aero e estava em serviço desde 1984. A sua licença de voo expirava em Junho de 2022, de acordo com o portal ‘Kamchatka Inform’, citado pelas agências noticiosas russas.

Segundo os mesmos meios de comunicação, quatro dos oito sobreviventes foram internados num hospital em Kamchatka e dois deles encontram-se em estado grave.

O Lago Kuril, com uma profundidade máxima de 316 metros, ocupa uma área de 77 quilómetros quadrados, e é um dos lugares mais visitados pelos turistas que se deslocam à Península da Kamchatka durante a estação do Verão. Nesta península estão ativos diversos vulcões e um conjunto de géisers únicos na Rússia.

A companhia de helicópteros Vityaz-Aero, que é a maior que atua na zona do Lago Kuril, está com a licença apreendida e suspendeu a atividade de transporte de turistas e excursões sobre a Península da Kamchatka. As autoridades confirmam que estão a proceder a uma profunda investigação acerca de eventuais violações das regras de segurança.

No domingo, dia 15 de agosto, equipas de mergulhadores recuperaram o quarto corpo dos oito desaparecidos no acidente. As autoridades disseram que os trabalhos continuarão para recuperar os restantes ocupantes da aeronave sinistrada.

 

 

  • Notícia atualizada às 16h45 UTC de domingo, dia 15 de agosto.
  • Foto © Vityaz-Aero 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...