Bem-vindo, !|Sair

Hong Kong Airlines em maré de azar – Não há danos pessoais graves

A companhia chinesa Hong Kong Airlines teve uma fim-de-semana de azar, com dois incidentes distintos, mas que levaram o nome da empresa para as manchetes dos jornais e para a abertura dos blocos informativos das televisões, neste fim-de-semana, no continente asiático.

O mais grave ocorreu nesta manhã de sábado, dia 7 de maio, com um avião Airbus A330-200, matrícula B-LNC, quando sobrevoava a ilha de Bornéu, na Indonésia. Uma inesperada turbulência severa apanhou a tripulação e os passageiros desprevenidos e provocou 25 feridos, 11 dos quais tiveram de ser hospitalizados.

O voo CRX 6704, proveniente do Aeroporto Ngurah Raim/Denpasar, na ilha de Bali, e com destino a Hong Kong, região administrativa especial da China no Delta do Rio das Pérolas, foi obrigado a regressar ao ponto de origem, onde pousou sem problemas pelas 04h34 da manhã deste sábado (horas locais), após 02h30 de viagem. Pessoal médico e paramédicos em serviço no aeroporto trataram de 14 feridos ligeiros, tendo levado 11 para serem assistidos numa unidade hospitalar. Não há casos graves. Apenas escoriações e suspeitas de traumatismos, disse uma fonte dos socorristas.

A companhia confirmou o incidente e anunciou que 99 passageiros dos 204 que seguiam a bordo já tinham seguido para Hong Kong na manhã deste sábado, e que os restantes tinham sido alojados na ilha de Bali, a aguardar embarque. O avião, embora não tenha avarias visíveis, ficou retido no aeroporto onde será inspecionado por uma equipa de técnicos da companhia.

Este é o segundo incidente com um avião Airbus A330-200 no espaço aéreo da Indonésia na mesma semana, em que se têm verificado situações meteorológicas desfavoráveis para a aviação. Nesta manhã de sábado, dia 7 de maio, o tráfego esteve condicionado nalguns aeroportos das ilhas da Indonésia.

Na quarta-feira, dia 4 de maio, um avião A330-200 da Etihad sofreu avarias no seu interior e 31 dos seus ocupantes tiveram de ser assistidos a ferimentos ligeiros em Jacarta, devido também à ocorrência de uma situação de turbulência severa (LINK notícia relacionada).

 

Um outro incidente relacionado com a Hong Kong Airlines está a ser relatado pela imprensa local e pelas redes sociais. Trata-se da queda do motor de um A330-200 que estava a ser objecto de manutenção no Aeroporto Internacional de Hong Kong. O reator desprendeu-se dos apoios e caiu no solo. Desconhece-se a extensão dos estragos.

O incidente terá ocorrido no dia 5 de maio, mas só neste fim-de-semana é que está a ser noticiado. Não se registaram danos pessoais entre a equipa técnica que procedia à reparação.

 

  • A foto que publicamos na abertura desta matéria foi divulgada pelo site Jamie FlyAviation de Hong Kong e mostra o incidente da queda do motor.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica