Iberia conquista à TAP a liderança nos voos de Madrid para Portugal

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAP perdeu em Março, ao cabo de vários meses, a liderança do transporte aéreo de passageiros entre Portugal e Madrid/Barajas, maior aeroporto espanhol, para a Iberia, que teve um aumento de passageiros nessas rotas em 32,2%, enquanto a TAP teve uma queda em 10,4%.

Cálculos do portal português de notícias de turismo e viagens ‘PressTUR’ a partir de dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, mostram que, porém, nem foi a Iberia, mas sim a Air Europa, do grupo Globalia, a companhia que mais preponderância ganhou em Março nas ligações Madrid – Portugal, designadamente pelo início dos voos para o Porto, com os quais teve um aumento de passageiros em 210,5%.

A informação recolhida pelo ‘PressTUR’ mostra que o Aeroporto de Madrid teve 133,3 mil passageiros de voos de/para Portugal em Março, +21,7% ou mais 23,8 mil que no mês homólogo de 2014.

A TAP ficou fora desse crescimento, com uma queda do número de passageiros em 10,4% ou 3,6 mil, para 31,1 mil, o que lhe fez baixar a quota de mercado em 8,4 pontos, para 23,3%.

A Iberia, com um aumento de passageiros em 32,2% ou 8,4 mil, somou um total de 34,4 mil, o que significou uma quota de mercado de 25,9%, mais dois pontos que há um ano, em que estava em processo de perda de tráfego pelo efeito da reestruturação que tinha em curso.

A companhia que mais quota de mercado ganhou em Março foi, porém, a Air Europa, com um salto de 12,3 pontos em relação a Março de 2014, para 20,3%, resultado de um aumento de passageiros em 210,5% ou 18,3 mil, para 27,1 mil.

Este ‘salto’ da Air Europa não foi no entanto só à custa da TAP, pois os cálculos do ‘PressTUR’ mostram que também as low cost Ryanair e EasyJet, bem como a Air Nostrum, franchisada da Iberia para voos regionais, baixaram as respectivas quotas do mercado Madrid – Portugal.

A Ryanair baixou 2,7 pontos, para 12,1%, ao ter uma estagnação em baixa (-0,1%) do número de passageiros, para 16,2 mil.

A queda de quota de mercado da EasyJet foi também em 2,7 pontos, para 10,6%, com uma queda do número de passageiros em 2,6% ou cerca de 380, para 14,1 mil.

A Air Nostrum teve aumento do número de passageiros (+11,7% ou mais mil que há um ano, para dez mil), mas como foi inferior ao aumento médio das ligações teve uma descida da quota de mercado em 0,7 pontos, para 7,5%.

  • Notícia do ‘PressTUR’, parceiro editorial do Newsavia em Portugal.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

NAV Portugal fez uma “distribuição extraordinária” de resultados em 2023 a cedido do Governo

O presidente da NAV Portugal, Pedro Ângelo, sinalizou que,...

Já está completo o novo Conselho de Administração do Grupo SATA

O diretor de Gestão de Receita, Sandro Raposo, e...

Américo Muchanga é o novo Presidente do Conselho de Administração da LAM

Américo Muchanga é desde esta quarta-feira, dia 10 de...

Bruxelas volta a aprovar ajudas estatais ao grupo Air France-KLM

A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira, dia 10 de...