Bem-vindo, !|Sair

Icelandair único candidato pré-qualificado para comprar 49% da Azores Airlines

Absant Training - Junta-te a Nós, Inscrições AbertasO grupo aéreo português SATA, com sede na Região Autónoma dos Açores, anunciou nesta terça-feira, dia 17 de abril, que, no âmbito do Procedimento de Negociação Particular relativo à alienação de 49% do capital social da SATA Internacional – Azores Airlines, S.A., ficou pré-qualificado o único potencial comprador que apresentou Manifestação de Interesse, a Loftleiðir-Icelandic ehf., empresa do Grupo Icelandair.

O Grupo SATA explica que, na sequência da análise da Manifestação de Interesse apresentada pela Loftleiðir-Icelandic ehf., concluiu-se que o potencial comprador em causa demonstrou cumprir integralmente ambos os requisitos de Pré-Qualificação, ou seja, ter capacidade financeira e experiência de gestão adequadas à participação no capital social da SATA Internacional; e não ter sido condenado por sentença transitada em julgado por algum dos crimes referidos na alínea h) do n.º 1 do artigo 55.º do Código dos Contratos Públicos, na sua redação atual, salvo se, entretanto, tiver ocorrido a sua reabilitação.

Como explica o Grupo SATA, o Procedimento de Negociação Particular relativo à alienação de 49% do capital social da SATA Internacional – Azores Airlines, S. A. está dividido em quatro fases. A primeira foi a de Manifestações de Interesse, em que os potenciais compradores manifestaram o seu interesse em participar no Procedimento e demonstrar o cumprimento dos Requisitos de Pré-Qualificação definidos infra (“Manifestações de Interesse”).
Segue-se agora a segunda fase de apresentação de propostas vinculativas, em que os potenciais compradores pré-qualificados na Fase I serão convidados a apresentar propostas vinculativas (“Proposta Vinculativa” ou “Propostas Vinculativas”), procedendo-se à seleção para a Fase III das Propostas Vinculativas ordenadas nos dois primeiros lugares, exceto se um número inferior de propostas for considerado válido.

A terceira fase será de Negociação Particular, em que os potenciais compradores convidados para a Fase III participarão nas sessões de negociação particular, nas quais se negociarão todos os atributos das Propostas Vinculativas, sendo os mesmos convidados a apresentar versões finais das Propostas Vinculativas.

Terminando o processo com uma decisão final.

O Grupo Icelandair, também através da empresa Loftleiðir-Icelandic ehf., assinou no final do ano passado um contrato de gestão com a TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde, para preparar a companhia africana para a privatização, à qual é, naturalmente, um sério candidato. O contrato assinado, no valor de 925 mil euros por ano, entregou à companhia islandesa todo o sistema operacional da frota e da rede internacional da TACV, tendo a Icelandair colocado em Cabo Verde dois aviões Boeing 757-200, com o compromisso de atingir uma frota de 11 aviões em 2020.

 

  • Na imagem vemos um Boeing 757-200 da Icelandair no Aeroporto Internacional da Cidade da Praia, ilha de Santiago, já ao serviço dos TACV. Foto © Carlos Freitas

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica