IFA Training Center é a primeira ATO nacional certificada pelo ANAC para cursos de PBN

 

PBN obrigatório para todos os detentores de licenças de voo por instrumentos a partir de 25 de agosto de 2020

 

As técnicas e especificações de navegação por área (Area Navigation) começaram a evoluir regionalmente sem orientação geral da ICAO. Isto significava que termos e definições como ‘RNAV’ e ‘RNP’ tinham significados ligeiramente diferentes em diferentes regiões do mundo, e até que outros termos podiam ser usados ​​localmente. Um exemplo disso é o termo ‘P-RNAV’ (RNAV de precisão) que a Europa ainda usa (2019), que em outros lugares é chamado de ‘RNAV 1’.

Os termos RNAV e RNP foram usados ​​anteriormente com pouca diferença funcional. A RNP exigia um certo nível de desempenho, mas não foi feita nenhuma tentativa de definir como deveria ser garantido.

A navegação baseada em desempenho (PBN) é a iniciativa da ICAO de padronizar terminologia, especificações e significados. Um exemplo é padronizar a terminologia usada em torno dos APVs (Aproximações com orientação vertical). Todos os APV’s foram até recentemente designadas como Aproximações RNAV, quando na verdade são Aproximações RNP na implementação de PBN. Todos os APVs exigem monitorização e alertas de desempenho a bordo, portanto, o sistema não pode apenas ser capaz de navegar até o nível de precisão exigido, mas também necessita monitorizar continuamente o desempenho e ser capaz de alertar se o desempenho estiver abaixo do que é exigido.

Essas abordagens tinham alguns nomes e designações confusos nas cartas de aproximação, sendo que a implementação desta mudança está a ser realizada atualmente em todos os estados membros da ICAO. Os dois tipos de abordagens RNAV têm sido tradicionalmente denominados RNAV (GNSS) e RNAV (RNP), respetivamente, onde a primeira é a abordagem direta (straignt in) a partir do final approach fix e a segunda é uma abordagem mais complexa que curva no plano horizontal após o final approach fix e que exige autorização para que seja iniciada (AR = autorização necessária). A nomeação e designação corretas para essas abordagens na implementação do PBN são RNP e RNP AR, respetivamente.

Quando os mínimos de separação e espaçamento de rota são determinados usando uma abordagem convencional baseada em ajudas rádio os dados de desempenho da navegação ​​para determinar os mínimos de separação ou o espaçamento da rota dependem da precisão dos dados brutos de ajudas rádio específicas tais como VOR, DME ou NDB. O PBN por seu lado requer um sistema RNAV que integre dados brutos de navegação no sentido de fornecer uma solução de posicionamento e navegação. Para determinar os mínimos de separação e o espaçamento de rota, esse “resultado” de desempenho de navegação integrado é usado.

O desempenho de navegação exigido do sistema RNAV faz parte da especificação de navegação. Para determinar os mínimos de separação e espaçamento de rotas, os responsáveis pela gestão do espaço aéreo exploram totalmente a parte da especificação de navegação que descreve o desempenho exigido pelo sistema RNAV. Os mesmos gestores do espaço aéreo também fazem uso do desempenho necessário (precisão, integridade, disponibilidade e continuidade) para determinar o espaçamento da rota e os mínimos de separação.

 

Num espaço aéreo controlado por procedimentos de aproximação e rota, espera-se que os mínimos de separação e espaçamento nas especificações de RNP forneçam um benefício maior do que aqueles baseados nas especificações do RNAV. Isto porque a função de monitorização e alerta de desempenho a bordo pode substituir a ausência do serviço de Controlo de Tráfego Aéreo, fornecendo um meio alternativo de mitigação de riscos.

Os detentores de licença de Voo por Instrumentos que desejavam executar procedimentos de PBN deveriam ter privilégios de PBN a partir de 25 de agosto de 2018. Os pilotos que voam em rotas e aproximações que não exigem privilégios de PBN podem continuar a voar por instrumentos sem privilégios de PBN até 25 de agosto de 2020. Todos os detentores de licença de Voo por Instrumentos devem conter privilégios de PBN a partir de 25 de agosto de 2020.

 

O IFA Training Center é a primeira ATO portuguesa certificada pelo ANAC para ministrar cursos de PBN.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica