Incidente com B737-800 da GOL após levantar voo em Maringá

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um Boeing 737-800 da GOL Linhas Aéreas Inteligentes, matrícula PR-GOP, que realizava na manhã desta terça-feira, dia 8 de março, o voo G3 1321, do Aeroporto Regional Silvio Name Junior, na cidade de Maringá, no norte do Estado do Paraná, para Guarulhos, em São Paulo, sofreu uma avaria num motor (CFM56), que o fez regressar ao local de partida cerca de 25 minutos após a descolagem.

Depois de um pouso normal, em que foi declarada emergência no aeroporto por precaução, os 162 passageiros do aparelho desembarcaram ilesos, tendo sido transportados para a gare de embarque, onde aguardaram colocação noutros voos em direção ao seu destino final.

Os passageiros que estavam no avião contaram à ‘Rede Globo’ que dez minutos depois da descolagem ouviram um estouro. Na sequência, a aeronave se desestabilizou e o piloto informou que havia um problema técnico. A aeronave ainda demorou 15 minutos para pousar.

“A decolagem foi tranquila, mas após dez minutos houve um estouro. Como eu estava sentado na janela, vi uma língua de fogo passar no lado esquerdo. Depois disso, o avião deu uma tremida e o piloto informou que a aeronave teve problema e precisava retornar ao aeroporto. Já havia passado por turbulências em voos, mas nunca algo parecido com isso. Espero nunca mais passar por esse tipo de situação”, relatou o passageiro Márcio Apolinário, em declarações ao popular canal de televisão e de mídia brasileiro G1.

 

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, a propósito deste incidente, distribuiu o comunicado que a seguir transcrevemos:

«Na manhã de hoje (8 de março), a aeronave que fazia o voo G3 1231 (Maringá – São Paulo) apresentou uma limitação técnica na turbina esquerda após a decolagem e, por questões de segurança, a aeronave retornou ao aeroporto de origem.

A GOL esclarece que preza pelos mais altos padrões de segurança, principal valor de sua política de gestão e, reitera que, em nenhum momento, houve risco aos passageiros.

Os 162 clientes foram desembarcados normalmente e todos já foram reacomodados em outros voos da companhia. A GOL informa também que a aeronave foi encaminhada para manutenção.»

 

2 COMENTÁRIOS

  1. isto e o que acontece,mesmo em grandes companhias,e uma especie de home condition.
    e ate partir.
    agora quase ninguem ,tem stock em armazem.porque sai caro.
    os tempos mudaram.
    as companhias querem e fazer dinheiro,nao e facil
    joao cruz

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Lufthansa City Airlines arranca no dia 26 de junho com voo Munique-Birmingham

A Lufthansa City Airlines, a companhia aérea mais jovem...

Bubaque, no Arquipélago dos Bijagós, terá um novo aeroporto para tráfego regional

O Governo da República da Guiné-Bissau e a ‘Royal...

EasyJet digitaliza registo técnico de aeronaves a bordo para reduzir uso e peso de papel

  A EasyJet está a substituir os pesados registos técnicos...

Sevenair Academy vai treinar pilotos cadetes nórdicos nas suas instalações em Ponte de Sor

A Sevenair Academy, escola portuguesa de pilotos e técnicos...