KLM vai operar voos diretos para 167 destinos neste Verão

A companhia neerlandesa KLM anunciou nesta quarta-feira, dia 24 de março, que na próxima temporada de Verão IATA, com início marcado para o final do corrente mês (entre 27 de março e 29 de outubro), vai voar para 96 destinos europeus e 71 intercontinentais, “oferecendo excelentes opções para os viajantes de lazer e de negócios”. As cidades portuguesas de Lisboa e do Porto são dois destinos abrangidos pelos aumentos de voos, em relação aos últimos dois anos, muito afetados pela pandemia de covid-19.

Um comunicado distribuído pela companhia que está associada à Air France, revela que “a procura por viagens aéreas está a aumentar à medida que as restrições à covid-19 são levantadas nos Países Baixos e em outros países da União Europeia (EU). A KLM respondeu a esse aumento expandindo em 10% a capacidade nas rotas europeias face a 2021, quase igualando o nível pré-pandemia de 2019. Isto equivale a um total de cerca de 16 milhões de lugares. As cidades portuguesas de Lisboa e do Porto, com 4 e quatro 3 voos diários respetivamente, são apenas alguns dos destinos que registam um aumento dos voos da KLM.

O sucesso dos novos destinos Belgrado, Dubrovnik e Palma de Maiorca, adicionados à rede de rotas da KLM o ano passado, significa que serão novamente incluídos no programa de Verão. A KLM também espera que os viajantes de negócios regressem, razão pela qual estão a ser adicionadas frequências às rotas com destino à Alemanha, Grã-Bretanha e Polónia.

Os serviços para Kyiv (Ucrânia), São Petersburgo e Moscovo (Rússia) mantêm-se suspensos. A KLM está atenta aos desenvolvimentos na região.

 

Mais voos para as Caraíbas e Estados Unidos da América

A KLM também aumentou em 17% a capacidade da sua rede de rotas intercontinentais face ao ano passado, em resposta a uma tendência crescente de reservas. Este Verão, vai operar voos diários para Aruba, Bonaire e Curaçau, aumentando a frequência em Curaçau para dois voos diários durante as férias de Verão. Porto de Espanha (Porto of Spain), o novo destino tropical da KLM no programa de inverno, também está incluído no programa, oferecendo três voos semanais entre Amesterdão-Schiphol e a capital de Trindade e Tobago.

Desde que os EUA aliviaram as restrições de viagem em novembro de 2021, a procura por voos cresceu de forma constante. Este Verão, a capacidade da KLM para os EUA corresponde à de 2019. A retoma dos voos para Salt Lake City e a nova adição de Austin à rede de rotas da companhia neerlandesa significa que vamos estar sempre a operar serviços diretos para 12 destinos nos EUA este verão, o número mais alto sempre. Austin, a capital do estado do Texas, é um centro de tecnologia florescente e lar de um grande número de empresas tecnológicas. É também uma próspera cidade estudantil com uma vida noturna vibrante, Fórmula 1 e o principal festival anual South by Southwest (SXSW). A KLM opera três voos por semana para Austin.

Na Ásia também há diversos países a reabrirem as portas aos visitantes. Embora as restrições de viagem face à covid-19 variem de país para país, a procura de Verão está a aumentar para destinos como Filipinas, Tailândia, Singapura e Bali (Indonésia). A Índia também indicou que vai diminuir as restrições de viagem. A KLM vai responder a essa medida aumentando as frequências para Deli e Mumbai (ex-Bombaim). A Ásia continua a ser um mercado forte e importante para carga, o que faz com que companhia continue a operar serviços de menor frequência para todos os destinos pré-pandemia.

As restrições de viagem continuam a ser aplicadas na China, o que significa que a KLM não retomará ainda os serviços de rede habituais para a China. Devido às sanções da UE à Rússia, a KLM não está a operar no espaço aéreo russo. Os tempos de voo de e para a Coreia do Sul, Japão e China são, consequentemente, em média, duas horas mais longos do que o normal. Os voos para o Japão e a China estão atualmente a fazer escala em Seul.

 

Voos diários para São Paulo/Guarulhos e Rio de Janeiro (seis ligações semanais)

A capacidade na maioria das rotas para a América do Sul foi restaurada para níveis mais ou menos pré-pandémicos. Atualmente, a KLM opera serviços diários para São Paulo/Guarulhos (Brasil), Cidade do Panamá e Lima (Peru), com um mínimo de seis voos por semana para Quito/Guayaquil, Bogotá/Cartagena, Rio de Janeiro e Buenos Aires/Santiago de Chile.

Os passageiros que desejam voar para África este Verão podem agora escolher entre dez destinos. A capacidade foi ampliada em muitas rotas em comparação ao Verão passado, para responder à crescente procura. Zanzibar, que foi adicionado à rede de rotas o ano passado, está novamente incluído no programa de Verão. A KLM também está a operar serviços para Joanesburgo, Cidade do Cabo, Acra, Lagos, Kigali, Entebbe, Nairobi, Kilimanjaro e Dar es Salaam.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica