LAM não continua operação entre Lisboa e Maputo – Último voo será esta semana

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique anunciou nesta terça-feira, dia 12 de janeiro, o fim da operação que ligava os aeroportos de Maputo, capital do país, e Lisboa, devido à pandemia do novo coronavírus.

“O voo manteve-se até a data, conforme o programado, mas não foi estendido, devido à situação da pandemia da covid-19 na Europa e noutros países do mundo”, refere um comunicado da LAM distribuído na capital moçambicana.

A operação, que era feita em parceria com a companhia aérea portuguesa Hi Fly, foi reintroduzida em julho passado e tinha um prazo de seis meses, estando previsto que terminasse oficialmente no dia 15 de janeiro, como acontecerá. Durante a época de Natal e Ano Novo chegaram a realizar dois voos semanais.

A LAM afirma, no rescaldo da operação, que a abertura da linha foi “crucial para o repatriamento da comunidade moçambicana que estava retida na capital portuguesa desde o início da pandemia”.

O voo, que tinha periodicidade semanal, estava a ser efetuado com aviões A330-300 e A330-900neo da Hi Fly. Partia de Lisboa às terças-feiras às 20h00 locais e tinha regresso programado para as quartas-feiras com partida de Maputo às 23h55 locais.

O voo representava o regresso da companhia de bandeira moçambicana ao espaço europeu, após quase 10 anos, e era descrito como um percurso sustentável, colocando a LAM numa ‘nova rede’.

O último voo da LAM entre Maputo e Lisboa realizar-se-á, conforme programado, na próxima quinta-feira, dia 15 de janeiro. No último domingo, dia 10 de janeiro, saiu de Lisboa um avião Airbus A330-900neo da Hi Fly Portugal (CS-TKY), ao serviço da LAM, que já regressou a Lisboa na manhã desta terça-feira, dia 12, pelas 08h30 locais.

Após a próxima saída da LAM da rota entre as duas capitais de língua oficial portuguesa, a TAP Air Portugal ficará sozinha, com dois voos diretos semanais. Para os passageiros que pretendam viajar entre Lisboa e Maputo (e em sentido inverso) estão também disponíveis voos da TAAG – Linhas Aéreas de Angola, com escala em Luanda; da Qatar Airways, com escala em Doha; e da Turkish Airlines com escala em Istambul.

Em janeiro do ano passado a Emirates, companhia dos Emirados Árabes Unidos, tinha anunciado a abertura de uma nova rota entre o Dubai e a cidade de Maputo, capital de Moçambique (LINK notícia relacionada). Programada para iniciar-se em julho de 2020, a operação foi adiada devido à pandemia de covid-19, e não há notícias sobre uma eventual remarcação do início dos voos. Quando estiver a funcionar será certamente mais uma opção de transporte entre Portugal e Moçambique, desta vez com escala no Dubai.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica