LAM prolonga voo para Lisboa até janeiro e potencia ligação com Joanesburgo

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique anunciou nesta terça-feira, dia 15 de setembro, que vai prolongar até janeiro do próximo ano os voos regulares entre as cidades de Maputo e de Lisboa.

Segundo a companhia os resultados têm sido bons, “tendo em consideração a pertinência e o índice de adesão aos voos”, razões pelas quais a administração da LAM “decidiu-se pelo alargamento da vigência dos mesmos até Janeiro de 2021. Por outro lado, destaca, que esta ligação com a capital portuguesa permite ligações fáceis para a cidade de Joanesburgo, na República da África do Sul, onde vivem milhares de portugueses. A viagem pode ser acedida com um único bilhete (o denominado ‘bilhete corrido’) com escala no Aeroporto Internacional de Maputo, quer na ida, quer na vinda.

As frequências continuam nos horários já publicados, ou seja, com partida de Lisboa às terças-feiras, às 20h00 locais e no dia seguinte, às quartas-feiras, com partida de Maputo às 23h55 horas locais. No entanto, a LAM considera a possibilidade de ajustes no horário e no número de frequências, de acordo com as necessidades de mercado.

“Estamos atentos às oportunidades na rota, para melhor servir com simpatia, cortesia, conforto e preços competitivos. Os resultados têm sido encorajadores; para além dos passageiros que viajam ponto-a-ponto (Maputo-Lisboa e vice-versa), temos estado a transportar ainda outros passageiros de e para diferentes origens, como Espanha, França, Brasil, Canadá, Estados Unidos da América, Japão, entre outros, que vão a Portugal. Estamos a trabalhar com outras companhias aéreas na Europa, com o objectivo de disponibilizar tarifas únicas para os destinos e origens além Lisboa”, disse o Director-Geral da LAM, João Carlos Pó Jorge.

Esta série de voos ligando Maputo e Lisboa iniciou-se no dia 25 de agosto do ano em curso e tinha sido projetada para terminar em Setembro corrente (LINK notícia relacionada). Agora, com o alargamento do período da sua realização, criou-se a oportunidade de proporcionar a conexão para Joanesburgo, África do Sul, às quartas-feiras, tanto à ida assim como no regresso do país vizinho de Moçambique, como referido acima.

 

A rede de voos da LAM abrange 11 destinos no mercado doméstico moçambicano. Na África, voa para Joanesburgo, Dar-Es-Salaam e Nairobi, preparando para breve a expansão para mais capitais africanas. A sua frota é composta por dois Boeings 737-700NG, um Dash 8-400, assim como três Embraer 145 operados pela sua subsidiária MEX – Moçambique Expresso.

Os voos entre Maputo e Lisboa, começam na capital portuguesa, por conveniência operacional, já que o equipamento utilizado, um Airbus A330-300, com capacidade para 278 passageiros, e fretado à Hi Fly está baseado em Portugal.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica