Bem-vindo, !|Sair

Lufthansa suspende voos para Caracas a 18 de junho

A companhia alemã Lufthansa confirmou no sábado, dia 28 de maio, que vai interromper os seus voos entre a Alemanha e a Venezuela a partir do próximo dia 18 de junho.

A decisão foi tomada depois de esgotadas todas as diligências que estavam em curso, tendo em vista a recuperação das receitas geradas no mercado venezuelano, nos últimos anos, e, que tal como tem acontecido com outras companhias aéreas internacionais, não puderam ser transferidas para a Alemanha, por falta de moeda convertível em Venezuela. Mas não só. O comunicado distribuído no sábado, em Frankfurt, destaca que no ano passado e no primeiro trimestre deste ano a companhia registou uma quebra muito acentuada de tráfego, resultante da grave crise económica e social que se vive no País.

Contudo, a companhia alemã diz que não irá encerrar os seus escritórios em Caracas, pois continuará a atender os seus passageiros de Venezuela através de outros países da América Latina. A companhia tem voos diretos de Frankfurt para Bogotá (Colômbia) que são diários e para a Cidade do Panamá, cinco vezes por semana. Através de acordos com a Avianca Colômbia e com a Copa Airlines, respectivamente, a companhia alemã continuará a encaminhar os seus passageiros da rota de Venezuela, se bem com mais uma escala, em qualquer uma das direções.

A Lufthansa comunicado assegura que continuará a conversar com as autoridades venezuelanas, tendo por objetivo retomar as ligações diretas. Por agora, os milhões de dólares que estão retidos em Caracas, levaram o Conselho de Administração da companhia aérea a tomar a decisão que, desde há algum tempo, a empresa vinha adiando.

Neste ano a LATAM Airlines também anunciou a suspensão dos voos para Venezuela, enquanto a American Airlines também voltou a cancelar um voo direto entre Nova Iorque e Caracas que a companhia norte-americana tinha retomado no início do ano, alegando que o número de passageiros não justificava a recolocação da frequência.

Os passageiros com reservas feitas para os voos da Lufthansa depois do dia 18 de junho deverão contatar a companhia para modificação dos percursos dos seus bilhetes, pois as viagens terão de ser feitas através de Bogotá ou da Cidade do Panamá.

 

A Lufthansa voa regularmente para Venezuela desde o dia 1 de junho de 1971. Os voos começaram por ser feitos com aviões Boeing 707 que no regresso a Frankfurt faziam uma escala em Las Palmas de Grã Canária, arquipélago espanhol no Atlântico de onde emigraram muitos habitantes para Venezuela. Presentemente os voos são feitos com aviões Boeing 747-400 e Airbus A340-600, lembra o blog ‘Aviamil’ da Associação de Entusiastas da Aviação Venezuelana, que tinha publicado já na semana passada a notícia da saída da Lufthansa de Caracas.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica