Moçambique sugere empenho da CPLP para impulsionar o transporte aéreo

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img


 

A vice-ministra dos Transportes e Comunicação de Moçambique, Manuela Rebelo, considerou nesta segunda-feira, dia 10 de abril, que os membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) precisam de “impulsionar” o transporte aéreo.

“Os países da CPLP clamam por ações para impulsionar o desenvolvimento do transporte aéreo, tanto nos serviços de navegação aérea, bem como no desembaraço dos passageiros, cargas e correio”, declarou a governante.

Manuela Rebelo falava durante a abertura da 8.ª reunião da Comunidade das Autoridades de Aviação Civil da Lusofonia, em Maputo, capital de Moçambique.

Para a vice-ministra, a segurança deve merecer a maior atenção no âmbito das estratégias para o desenvolvimento dos transportes aéreos e este é um desafio que vai precisar de maior cooperação entre os membros da comunidade.

“A segurança e o conforto dos passageiros devem ser o nosso principal objecto de regulação neste sector”, afirmou a vice-ministra, reiterando a necessidade de os membros da comunidade conjugarem esforços no “estabelecimento de mecanismos de coordenação”.

Para Moçambique, segundo a vice-ministra moçambicana, a ampliação e modernização das infra-estruturas aeroportuárias têm estado no centro das estratégias do Governo, num processo que tem sido acompanhado por ações para a capacitação do órgão regulador.

Por sua vez, o presidente do Instituto Nacional de Aviação Civil, João Abreu, defendeu a facilitação para o desenvolvimento do sector, disponibilizando infra-estruturas e serviços de comunicação de qualidade, num ambiente de bom e com preços competitivos.

“O Instituto Nacional de Aviação Civil e o Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique têm um largo campo de colaboração ainda por explorar”, observou João Abreu, apontando, a título de exemplo a elaboração de uma Estratégia Nacional de Cibersegurança, que já está em curso.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...

Qatar Airways reforça Luanda que terá quatro voos semanais e alarga rede para Kinshasa

A Qatar Airways prossegue a expansão da sua rede...