NASA moderniza P-3 com kit NP2000 da UTC Aerospace Systems.

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A NASA escolheu a empresa UTC Aerospace Systems para a primeira modernização do P-3 com hélices NP2000. O acordo inclui a aquisição e instalação destes hélices com um sistema de controlo electrónico e serviços técnicos, de engenharia e logísticos para os próximos dois anos.
A UTC Aerospace Systems é uma unidade da United Technologies Corporation e os seus hélices vão substituir os HS 54H60 de forma aumentar a fiabilidade, reduzir as vibrações, o ruído e os custos de operação.
A marinha norte-americana já instalou os NP2000 nos E-2C Hawkeye e nos C-2A Greyhound e também os C-130 da Guarda Nacional estão equipados com os mesmos hélices. O P-3 é considerado um avião chave para o programa de ciência aerotransportada da NASA e é uma aeronave de suporte de investigações científicas tanto para aquela entidade como para cientistas visitantes de diversas universidades, agências e organizações científicas mundiais. Esta actualização é vista como um salto tecnológico de 50 anos para o P-3.
Operadores militares de todo o mundo estarão acompanhado esta evolução que poderá ser considerada em futuros retro-fits.

Portugal

Em Portugal o P-3C CUP+ ORION é uma aeronave de patrulhamento marítimo de longo alcance e guerra ASW. Resulta de um programa de modernização de 5 P-3C adquiridos à Holanda, tendo o protótipo sido formalmente entregue em setembro de 2010.
O P-3C CUP+ mantém todas as capacidades de patrulhamento marítimo herdadas do P-3P, nomeadamente Luta Anti-Submarina (ASW), Luta Anti-Superfície (ASuW), e Busca e Salvamento (SAR). Além disso, um conjunto de sensores modernos associados a um sistema tático de missão completamente integrado, capacita o P-3C CUP+ a operar também em diversas missões em ambiente terrestre. Ficou também equipado com um sistema de autoproteção MLWS (Missile and Laser Warning System), que permite a deteção de ameaças e o disparo de contra medidas.
A conjugação destas capacidades com as caraterísticas inatas desta aeronave, onde se destacam a sua enorme autonomia, raio de ação, velocidade, a disponibilidade para transportar sensores e armamento, operar de dia e de noite e em quaisquer condições meteorológicas, resultaram num sistema de armas extremamente versátil e flexível.

Portugal tem 5 aeronaves, no activo que iniciaram asua operação a 1 de janeiro de 2011, tendo efetuado o seu “Batismo de Fogo” na Operação “Ocean Shield” ao serviço da NATO no Oceano Índico, em missões de combate à Pirataria com excelentes resultados e uma prontidão de 100%.
O P-3C CUP+ tem a capacidade de lançar o seguinte armamento: AGM-84 HARPOON, AGM-65F/G MAVERICK, Torpedo MK-46 A(s), Bombas MK-82/83/84 e Minas MK 36.


 

Recomendamos também:

Primeira mulher portuguesa comandante de uma aeronave ‘Lookheed Orion P-3C Cup+


 
Brasil

O P-3 AM ORION é uma aeronave equipada com uma grande gama de sensores especiais, que executa diversas missões, dentro da área de responsabilidade brasileira de 6.400.000 km². O P-3 representará efetivo apoio às atividades de busca e salvamento no Atlântico Sul, que, conforme acordos internacionais, é de responsabilidade do Brasil.

O Brasil tem uma frota de 9 unidades no activo. Adquiridas dos EUA, as aeronaves passaram por um processo de modernização na fábrica da Airbus Military, em Sevilha, na Espanha. Os sistemas foram atualizados e integrados em um sistema tático de missão, operado por uma tripulação de até 12 militares.
São operadas pelo O Esquadrão Orungan (1º/7º GAV), sediado na BASV.


 

Recomendamos também

Ver mais sobre P3-am-Orion

 


 

Sobre o P-3 Orion

P-3 Orion é uma aeronave de patrulhamento marítimo de longo alcance e guerra ASW com base em terra, é utilizado por cerca de duas dezenas de operadores e iniciou a sua carreira em 1962 substituindo o envelhecido P2V Neptune ao serviço da Marinha Norte-Americana.
Derivado de uma versão comercial o Lockheed L-188 Electra, e produzido ao longo de três décadas continua nos nossos dias a ser a única plataforma de patrulhamento marítimo baseada em terra, que em 2012 entrará para o restrito clube dos aviões com mais de cinquenta anos de serviço contínuo com o mesmo utilizador, neste caso a Marinha Norte-Americana.

 

 

Foto : André Garcez  – NewsAvia ©
Fontes : FAP, FAB, Wikipédia

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...

Governo reuniu-se com a ANA para preparar o projeto do Novo Aeroporto de Lisboa/Luís de Camões

O ministro das Infraestruturas e Habitação e o secretário...