Novo Aeroporto de Luanda só deverá estar concluído em 2023

As obras de construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda vão ser retomadas ainda este ano, com previsão de conclusão em 2023, anunciou nesta quarta-feira, dia 14 de agosto, o ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu.

As obras estão paradas desde 2017, na sequência da rescisão do contrato com a empresa ‘China International Fund’ (CIF), que reúne um grupo de investidores de Hong Kong, tendo o ministro afirmado no final de uma visita efectuada por deputados de uma comissão da Assembleia Nacional que o reinício dos trabalhos está pendente de negociações com o novo empreiteiro.

O governante angolano adiantou que as negociações com o novo empreiteiro-geral da obra, o grupo ‘Aviation Industry Corporation of China’, deverão ficar concluídas dentro de 15 a 30 dias, após o que será assinada uma adenda ao contrato inicial e definido um novo cronograma.

O ministro, citado pela agência noticiosa ‘Angop’, disse que durante a paralisação das obras foram feitas correções e alterações em deficiências de engenharia e operacionais, essencialmente no terminal e nas pistas e adiantou estar disponível uma linha de crédito da China no montante de 1,4 mil milhões de dólares norte-americanos.

Ricardo Viegas de Abreu reconheceu ter havido “algumas falhas” no contrato assinado com a CIF, empresa a que já foram pagos 1,2 mil milhões de dólares, faltando liquidar uma dívida de 200 milhões de dólares aos sub-empreiteiros.

 

Obras do novo Aeroporto começaram há 12 anos

O Novo Aeroporto Internacional de Luanda está a ser edificado desde 2007 numa área de 43 hectares, como parte da cidade aeroportuária da capital do país, denominada “Aerotropolis de Luanda”, na comuna do Bom Jesus.

O projeto contempla, entre outros empreendimentos e serviços, terminais, hangares de manutenção de aeronaves, áreas de movimento e de controlo de tráfego, instalações de apoio, hotéis, restaurantes, complexo presidencial, protocolo do Estado, terminais e duas pistas duplas.

A pista principal está situada a norte, com 3.800 metros de comprimento e 60 de largura, com capacidade para receber aviões do tipo Boeing 747, enquanto a outra, a sul, com quatro mil metros de comprimento e 75 de largura, poderá receber o Airbus 380, maior avião de passageiros do mundo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica